IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

O sacrifício coloca o plano de Deus em movimento

Definição de sacrifício: privações a que alguém se sujeita ,em benefício de outrem;renúcia;ato de abnegação;oferta a uma divindade acompanhada de cerimônias...
Definição de sacrificar: despresar uma coisa para dar mais realce a outra;renunciar voluntariamente alguma coisa,com um fim útil;oferecer em sacrifício a uma divindade...

Agora você já sabe o que fazer para movimentar o plano de Deus em sua vida!
E nenhum sacrifício é esquecido diante de Deus,especialmente quando é feito por aqueles que são d'Ele.Nenhum convertido deve esquecer que as promessas divinas são conquistadas mediante o sacrifício. Ele é o valor a ser pago pelos benefícios desejados.

Quanto maior a conquista,maior o sacrifício.Sabemos que Alguém também pagou um alto preço para conquistar a nossa salvação,ou seja,se o próprio Deus teve de sacrifícar para conquistar,quanto mais nós míseros pecadores!

Há quem duvide da eficácia do sacrifício e diga que se Jesus já pagou lá na cruz,não precisamos sacrificar. É verdade! Ele pagou o preço para a salvação de todas as pessoas,mas nem todas são salvas. Por quê?

Simplesmente porque nem todas estão dispostas a negar a si mesmas,tomar a sua cruz e O seguir (Lc.14.27),ou seja,nem todas estão dispostas a sacrificar...

Portanto,o caminho do sacrifício pelo qual o Senhor passou é o mesmo que cada um de nós tem de passar,a fim de conquistar.

O sacrifício do Senhor Jesus colocou o plano de Deus em movimento.E a salvação tornou se possivel pela fé,ja que pela lei ninguém poderia ser salvo.

E não é diferente no nosso cotidiano,Deus tem um plano de uma vida abençoada para você. Mais você esta disposto a sacrifícar sua vida,para tomar posse do impossivel?

Só o sacrifício,coloca o plano de Deus em movimento!

uma adaptação de texto de Edir Macedo
Deus te oriente,na fé !

Tire as sandálias


Enquanto a pessoa for “senhora de si”, enquanto ela for a “dona da razão” ela não consegue servir, ela não entende por exemplo à razão do dizimo e do sacrifício.
Vou dar um exemplo,que foi até motivo de indignação por parte da mídia.Quando o jogador káká recebeu o premio de melhor jogador do mundo,ele deu o troféu que recebeu para a igreja a qual ele é membro, dai os jornalistas fizeram a maior polemica , queriam saber qual a sua ligação dele com a igreja etc. Agora o porque de tudo isso ? É porque as pessoas não entendem o que é servir.

Você vê que a maioria dos empregados é contra seus patrões, porque não são servos são “senhores de si”, mesmo que dependentes do salário que o patrão lhes pagam, eles são ou se consideram “senhores de si” e “donos da razão”.

O servo coloca o seu senhor em primeiro lugar e foi o que o jogador fez naquela época. Quem não coloca Deus em primeiro lugar é porque ainda não é servo, daí é “dona da razão”.
Um exemplo clássico disso é Moises antes do encontro com Deus ele matou um egípcio porque este maltratara um judeu, e qual foi a conseqüência ? O deserto! Ele teve de fugir para o deserto . Há dois desertos,tem desertos na nossa vida que é o próprio Deus que nos leva para nos provar, sim ! Mais tem desertos que nós mesmos provocamos por se achar “senhor de si” . E é no deserto que temos a chance de encontrar Deus ,foi o que aconteceu com Moises.
E no encontro com Deus,a primeira coisa exigida é o abandono,o desprendimento, do senhorio,que exercemos,quase todos sabem que Moises era um provável sucessor de faraó,e estudiosos dizem que naquela época escravos não usavam sandálias então Moises era senhor no Egito,e alíais todos os que usavam sandálias,a usavam como um sinal do seu senhorio,mais quando Moises encontrou com Deus logo o Senhor disse: Não te chegues para cá; tira as sandálias de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa. (Ex.3.5)

As sandálias eram o símbolo do senhorio de Moises e tirar as sandálias era se colocar como um escravo, um servo, e esta foi a primeira coisa que Deus pediu a Moises que se desprendesse do seu senhorio, que se submetesse a ELE naquele momento .
E depois ele veio a ser o libertador de Israel e o maior legislador que até hoje existiu.

Meu amigo o que te impede de se achegar a Deus? de quem você tem sido servo? Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? (Rm.6.16)

Como você pode ler, são duas escolhas e eu espero que você não vá para o deserto por conta própria más que antes tire as sandálias da pré-potência,da auto-suficiência,da arrogância,da ignorância.... de seus pés para possais dizer:
Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues. E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça. (Rm.6.17,18)

Porque, quando éreis servos do pecado, estáveis livres da justiça. E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte. Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. (Rm 6.20-22)

E para isto é nescessário o sacrificio,sem o sacrificio das suas,das nossas vontades não há libertação e também não há salvação.

Deus te oriente,na fé !

será que sabemos o que é igreja?

“Igreja não é templo, não é sinagoga, não é mesquita. Não é o santuário onde os fiéis se reúnem para cultuar a Deus. Igreja é gente, e não lugar. É a assembléia de pecadores perdoados; de incrédulos que se tornam crentes; de pessoas espiritualmente mortas que são espiritualmente ressuscitadas; de apáticos que passam a ter sede do Deus vivo; de soberbos que se fazem humildes; de desgarrados que voltam ao aprisco.

Igreja é mistura de raças diferentes, distâncias diferentes, línguas diferentes, cores diferentes, nacionalidades diferentes, culturas diferentes, níveis diferentes, temperamentos diferentes. A única coisa não diferente na Igreja é a fé em Jesus Cristo.

A Igreja não é igreja ocidental nem igreja oriental. Não é Igreja Católica Romana nem igreja protestante. Não é igreja tradicional nem igreja pentecostal. Não é igreja liberal nem igreja conservadora. Não é igreja fundamentalista nem igreja evangelical. A Igreja não é Igreja Adventista, Igreja Anglicana, Igreja Assembléia de Deus, Igreja Batista, Igreja Congregacional, Igreja Deus é Amor, Igreja Episcopal, Igreja Holiness, Igreja Luterana, Igreja Maranata, Igreja Menonita, Igreja Metodista, Igreja Morávia, Igreja Nazarena, Igreja Presbiteriana, Igreja Quadrangular, Igreja Reformada, Igreja Renascer em Cristo nem igrejas sem nome.

A Igreja é (universal), mas não é a Universal do Reino de Deus. É de Jesus Cristo, mas não dos Santos dos Últimos Dias. Porque é universal, não é igreja armênia, igreja búlgara, igreja copta, igreja etíope, igreja grega, igreja russa nem igreja sérvia. Porque é de Jesus Cristo, não é de Simão Pedro, não é de Miguel Cerulário, não é de Martinho Lutero, não é de Simão Kimbangu, não é de Sun Myung Moon, não é de João Paulo II.

Em todo o mundo e em toda a história, a única pessoa que pode chamar de minha a Igreja é o Senhor Jesus Cristo. Ele declarou a Cefas: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (Mt 16.18).

Não há nada mais inescrutável e fantástico do que a Igreja de Jesus Cristo. Ela é o mais antigo, o mais universal, o mais antidiscriminatório, o mais inexpugnável e o mais misterioso de todos os agrupamentos. Dela fazem parte os que ainda vivem (igreja militante) e os que já se foram (igreja triunfante). Seus membros estão entrelaçados, mesmo que, por enquanto, não se conheçam plenamente. Todos igualmente são “concidadãos dos santos” (Ef 2.19), “co-herdeiros com Cristo” (Ef 3.6; Rm 8.17) e “co-participantes das promessas” (Ef 3.6). Eles são nada menos e nada mais do que a Família de Deus (Ef 2.19; 3.15). Ali, ninguém é corpo estranho, ninguém é estrangeiro, ninguém é de fora. É por isso que, na consumação do século, “eles serão povos de Deus e Deus mesmo estará com eles” (Ap 21.3).

A Igreja de Jesus, também chamada Igreja de Deus (1 Co 1.2; 10.22; 11.22; 15.9; 1 Tm 3.5 e 15), Rebanho de Deus (1 Pe 5.2), Corpo de Cristo (1 Co 12.27) e Noiva de Cristo (Ap 21.2), tem como Esposo (Ap 21.9), Cabeça ( Cl 1.18 ) e Pastor (Hb 13.20) o próprio Jesus.

A tradicional diferença entre igreja visível e igreja invisível não significa a existência de duas igrejas. A Igreja é uma só (Ef 4.4). A igreja invisível é aquela que reúne o número total de redimidos, incluindo os mortos, os vivos e os que ainda hão de nascer e se converter. Eventualmente pode incluir pecadores arrependidos que nunca freqüentaram um templo cristão nem foram batizados. Somente Deus sabe quantos e quais são: “O Senhor conhece os que lhe pertencem” (2 Tm 2.19). A igreja visível é aquela que reúne não só os redimidos, mas também os não redimidos, muito embora passem pelo batismo cristão, se declarem cristãos e possam galgar posições de liderança. É a igreja composta de trigo e joio, de verdadeiros crentes e de pseudocrentes. Dentro da igreja visível está a igreja invisível, mas dentro da igreja invisível nunca está toda a igreja visível. A Igreja de Jesus é uma só, porém é conhecida imperfeitamente na terra e perfeitamente no céu”.

está é uma adaptação de um texto da revista Ultimato, março-abril/2002

Deus te oriente,na fé!

A janela

Por que será que algumas pessoas quando eram apenas membros em suas igrejas eram pessoas de fé ? Mais depois de ter sido levantada a obreiro e ter um cargo na igreja, às vezes até cargos de liderança, como um pastor,bispo,diácono,presbítero.... Não importa!. Elas deixaram de ver a igreja com bons olhos? E em tudo elas vêem malicia ? Elas já não conseguem mais ver santidade nos propósitos, por que será?
É como o casal de namorados, que durante o namoro e noivado, é só amor. Mais depois de se casarem, aí começam os desentendimentos porque será? Talvez seja porque começaram a ver os defeitos um do outro, mais na verdade este não é o real motivo para que se mude a forma de um ver o outro.

Sabe o porque da mudança? É porque os olhos de quem vê não são bons ! E ai ela não vê as coisas e as pessoas da melhor forma. E por seus olhos não serem bons, todo o seu ser se torna mal também. Leia agora o que o SR. Jesus disse :
“Os olhos são como uma luz para o corpo:de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo fica cheio de luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, como será terrível essa escuridão ! (Mt.6.22-23)” !

Para que você possa refletir ainda melhor vou deixar uma parábola ;

Havia um certo casal, que moravam numa casa, em que a janela da cozinha de onde tomavam o café todas as manhãs, dava de frente para um quintal. Onde a vizinha pendurava suas roupas no varal, e fazia isto também, todas as manhãs e observavam então a vizinha pendurando as roupas;
Um dia a mulher falou para o marido :Olha, Bem ! Como pode esta vizinha ser tão porca? Olha a cor das roupas, que ela está pendurando no varal ! Estão tão sujas e cheias de manchas ,que nem parece que foram lavadas!
No segundo dia novamente na hora do café, a mulher desbrava : Olha, Bem ! como ela é porca. Essas roupas não estão limpas, como podem ser penduradas assim no varal ?!!
E assim foi também no terceiro dia . Mais no quarto dia quando o mesmo casal tomava café. Ao olhar pela janela a mulher disse : Olha, Bem ! A vizinha aprendeu a lavar roupas ! Pois elas estão tão alvejadas! você notou a diferença? Em Bem? Notou ? Ao que ele respondeu:
Não há nada de diferente com as roupas dela querida,eu é que levantei mais cedo e limpei a nossa janela .

Então tudo depende da janela que você olha !

Purifique os teus olhos e seja iluminado. Mude a maneira de olhar o seu próximo e seja abençoado !

Deus te oriente, na fé !
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...