IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

O que você espera encontrar ? - Reflexão da vida

Certa feita um velho homem passava o dia sentado ao lado de um poço na entrada de uma aldeia.

Neste dia um jovem se aproximou dele e perguntou:

"Eu nunca vim a esse lugar,como são os habitantes desta cidade?"

O velho respondeu com outra pergunta: "Como eram os habitantes da cidade de onde vem?"

"Ele são egoístas,malvados e desonestos, por isso eu me sento feliz por ter saído de lá "

"Assim também são os habitantes desta cidade", respondeu o velho.

Um pouco mais tarde,outro jovem se aproximou do velho e perguntou-lhe a mesma pergunta: "Eu acabo de chegar a este lugar,e gostaria de saber como são os moradores desta cidade?"

O velho respondeu novamente com a mesma pergunta:
"Como eram os habitantes da cidade de onde você vem?"

"Eles eram bons, generosos, hospitaleiros, trabalhadores honestos. Eu tinha muitos amigos lá, e me custou muito deixa-los"

"Rapaz,digo a ti que os moradores desta cidade também são assim", respondeu o velho.

Um homem que havia trazido seus animais para beber água do poço e tinha ouvido as conversas,logo que o jovem se afastou disse ao velho: "Como você pode dar duas respostas completamente diferentes para a mesma pergunta feita por duas pessoas"

"Veja" - ele respondeu - "Todo mundo tem o universo em seu coração. Quem não encontrou nada de bom em seu passado,tão pouco encontrará aqui. Em contrapartida,aquele que fez amigos em sua cidade, aqui também vai encontrar amigos verdadeiros e fiéis. Porque as pessoas são o que encontram em si mesmas, e sempre encontraram aquilo que tem esperança de encontrar ".

O Ano de 2012 só será novo,se pensarmos novo!
Só leve com você para o novo ano aquilo que você espera encontrar.

O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração.
Lucas 6.45

Que Deus nos oriente,na Fé!

Morador de rua é curado de paralisia durante trabalho do "Anjos Da Noite" na região de Vila Brasilândia

Você agora vai ter a oportunidade de conhecer parte do trabalho feito na região de Vila Brasilandia,São Paulo,SP por evangelistas e obreiros da IURD sede Brasilandia e demais IURDs da região, um trabalho socio-espiritual,realizado em favor dos moradores de rua, visando não somente o Social, mas também o espiritual, destas pessoas que por estarem em uma situação de vida difícil, deixam de acreditar em si próprias e pior, deixam de acreditar em Deus.

Você vai acompanhar através deste vídeo,não só o trabalho,mais também o resultado. Resultado de um trabalho que com certeza vai frutificar .

Tenho uma enorme satisfação de fazer parte deste trabalho.

Só o fato de ver o Srº Ivan frequentando as reuniões na IURD - Brasilândia e perceber que a esperança voltou a estar estampada em seu rosto isto não tem preço.

Acompanhe o vídeo.



Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Mt.25.35

Que Deus nos oriente,na Fé!

4 ações do Espírito Santo

O Espírito Santo trabalha em conjunto com a pessoa para que haja um desenvolvimento espiritual. E, quando existe uma entrega nossa 100% a Ele, então, o Espírito passa a ter objetivos para conosco. Existem 4 ações do Espírito Santo que queremos explorar e são essas mesmas ações que Deus visa realizar através do ESPÍRITO:

4. Consolar

Deus visa, através do Espírito, consolar-nos. Confortar-nos, trazer-nos o alívio na hora certa e dar-nos o apoio necessário para ultrapassar aquele momento complicado, sem que neguemos a fé ou olhemos para trás. Não podemos comparar o consolo do Espírito com o consolo de familiares ou amigos, porque estes, ainda que consolem, a dor continua, mas o consolo do Espírito tira toda a dor, toda a angústia, toda a tristeza que possa querer permanecer no coração da pessoa.

“É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação que nós mesmos somos contemplados por Deus.” (2 Coríntios 1.4)

3. Fortalecer

Deus visa, através do Espírito, fortalecer-nos. O enfraquecimento vem do mal, mas o fortalecimento vem do Espírito, e Ele fortalece-nos para que venhamos vencer as tribulações, tentações, fantasias e sentimentos que nos queiram destruir. E quem não passa por momentos difíceis? Quem não passa por aflições nesta vida? Mas é, precisamente, nestes momentos que o Espírito se mostra presente, está ao nosso lado e nos dá a força para vencer determinada situação e os momentos difíceis que enfrentamos por causa da nossa fé em Cristo. No tempo que estamos de passagem por este mundo, somente os fortes conseguem permanecer e prevalecer sobre tudo e todos.

“Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.” (Romanos 8.26)

2. Guiar

Deus visa, através do Espírito, guiar-nos. E guiar significa que Ele quer-nos acompanhar, dirigir, justamente para nos mostrar o caminho certo, pois Ele sabe que o antigo “guia”, o diabo, nos levou a caminhos errados, o que, por sua vez, quase culminou no nosso fim. O Espírito Santo é o Guia, o Orientador nos momentos de atitudes e decisões. O Espírito é o nosso conselheiro e também ensina-nos a viver neste mundo de uma forma que não venhamos a entristecer a Deus, por isso, para que a pessoa permaneça na Presença de Deus, ela deve ser guiada pelo Espírito. Atenção, Deus visa guiar, mas, não pode obrigar ninguém a ser guiado por Ele, já que a pessoa tem vontade própria e ela tem que permiti-Lo…

“… quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão-de vir.” (João 16.13)

1. Edificar

Deus visa, através do Espírito, edificar-nos. Edificar significa construir, pois, geralmente, quando chegamos a Deus, o nosso interior foi grandemente danificado pelos traumas, complexos, deceções, enganos, vários tipos de problemas, etc. Então, o Espírito devolve-nos o desejo de viver e lutar pela nossa vida, como consequência, passamos a ter objetivos e vontade de vencer.

O que é maravilhoso é que o 1º passo do Espírito é reconstruir o nosso interior que provocará, por sua vez, frutos no exterior. Para ilustrar: – somos donos de um grande terreno, que simboliza a nossa vida. Cristo é o construtor, o dono do terreno (nós), por isso, temos que autorizar que o construtor faça esta grande obra de edificação. É exatamente assim que deve ser feito, temos que autorizar ao Espírito Santo para que Ele faça esse trabalho.

“Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados, e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graças.” (Colossenses 2.6)

Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!

Esta eu li no blog do Bp Julio Freitas,espero que tenha te ajudado ,pois este é o nosso maior objetivo.

Que Deus nos oriente,na Fé

Todos os dias são dias de salvação - Evangelização Vila Brasilândia



Todos os dias são dias de salvação (2ª Corintios 6.2).

Efésios 5.16 e Colossenses 4.5 falam em remir nosso tempo. Ora, a recomendação aconselha a cada um de nós otimizar o espaço de 24 horas que Deus nos dá. Quem é cristão precisa ter em sua agenda diária um espaço vago para nunca deixar de transmitir a mensagem nº 1 entre todos os assuntos que estão em nosso coração ardendo para ser falado. Diariamente, o cristão deve informar a alguém que Jesus Cristo é Senhor e único Salvador da Humanidade.

Quando evangelizamos guiados por Deus, estamos caminhando e falando segundo o Espírito Santo, e com certeza transmitindo a mensagem conveniente no momento certo do dia de quem está espiritualmente perdido.

O evangelista deve ser inteligente. Quem evangeliza pode alterar os horários de sua agenda para transmitir as Boas Novas.

Quero dizer que é com satisfação,que faço parte deste corpo de evangelistas na Regional IURD- Brasilândia,a cada Dia que saio as ruas para realizar este trabalho me lembro do dia em que quase sem esperança de vida,fui alcançado pelas palavras de um evangelista.

A salvação de Israel

O SENHOR Deus me deu o seu Espírito, pois ele me escolheu para levar boas notícias aos pobres. Ele me enviou para animar os aflitos, para anunciar a libertação aos escravos e a liberdade para os que estão na prisão. Ele me enviou para anunciar que chegou o tempo em que o SENHOR salvará o seu povo, que chegou o dia em que o nosso Deus se vingará dos seus inimigos. Ele me enviou para consolar os que choram, para dar aos que choram em Sião uma coroa de alegria, em vez de tristeza, um perfume de felicidade, em vez de lágrimas, e roupas de festa, em vez de luto. Eles farão o que é direito; serão como árvores que o SENHOR plantou para mostrar a todos a sua glória. ISAÍAS 61.1-3

Se você deseja fazer parte deste trabalho procure um obreiro da evangelização de sua IURD.

Cenáculo do Espírito Santo
Rua Parapuã,1885,Vila Brasilândia,São Paulo,SP

Que Deus nos oriente,na Fé!

Natal ! A introdução pagã na igreja de Cristo.


Jesus, o verdadeiro Messias, não nasceu em 25 de dezembro. Os apóstolos e a igreja primitiva jamais celebraram o natalício de Cristo. Nem nessa data nem em nenhuma outra. Não existe na Bíblia ordem nem instrução alguma para fazê-lo. Porém, existe, sim, a ordem de atentarmos bem e lembrarmos sempre a Sua MORTE (1Co 11:24-26; Joã 13:14-17). O que temos ordem de fazer é pregar esta MORTE e seu significado, a vitoriosa RESSURREIÇÃO do nosso Salvador, Sua próxima VINDA gloriosa, sua mensagem de SALVAÇÃO para os que crêem verdadeiramente e PERDIÇÃO para os não crêem verdadeiramente.

Sendo assim o que é que se comemora nesta data? Qual a origem do natal ?


A ORIGEM DO NATAL
O natal é a principal tradição do sistema corrupto, denunciado
inteiramente nas profecias e instruções biblicas sobre o nome de
Babilonia. Seu inicio e origem surgiu na antiga Babilonia de Ninrode.
Na verdade suas raizes datam de épocas imediatamente posteriores ao
dilúvio.

Ninrode, neto de CÃo, filho de Noé, foi o verdadeiro fundador do
sistema babilonico que até hoje domina o mundo.

Ninrode construiu a Torre de Babel, a Babilonia primitiva, a antiga
Ninive e muitas outras cidades. Ele organizou o primeiro reino deste
mundo. O nome Ninrode, em hebraico, deriva de "Marad" que significa ele
se rebelou, rebelde.

Sabe-se bastante de muitos documentos antigos que falam deste indivíduo
que se afastou de Deus. O homem que começou a grande apostasia profana
e bem organizada, que tem dominado o mundo até hoje.

Ninrode era tão perverso que se diz que casou-se com sua mãe, cujo nome
era Semíramis. Depois de sua morte prematura, sua mãe-esposa propagou a
doutrina maligna da sobrevivência de Ninrode como um ente espiritual.
Ela alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia,
de um pedaço de árvore morta, que simbolizava o desabrochar da morte de
Ninrode para uma nova vida.

Todo ano, no dia de seu aniversário de nascimento ela alegava que
Ninrode visitava a árvore "sempre viva" e deixava presentes nela. O dia
de aniversário de Ninrode era 25 de dezembro, e esta é a verdadeira
origem da "árvore de natal".

Por meio de suas artimanhas e de sua astúcia, Semíramis converteu-se na
"Rainha do céus" dos babilônicos, e Ninrode sob vários nomes,
converteu-se no "Divino Filho do céu" Por gerações neste culto
idólatra. Ninrode passou a ser o falso Messias, filho de Baal: o
deus-sol. Nesse falso sistema babilônico, "mãe e e a criança" ou a
a "Virgem e o menino" (isto é, Semíramis e Ninrode redivivo)
transformaram-se em objetos disfarçados em Maria e o menino Jesus,
principais de adoração católica.

A veneração da "virgem e o menino" espalhou-se pelo mundo afora. O
presépio uma continuação do mesmo em nossos dias, mudando de nome em
cada país e língua. No Egito chamava-se Isis e Osiris, na Cibele
e Deois, na Roma pagã Fortuna e Júpiter, até mesmo na Grécia, China,
Japão e Tibete, encontra-se o equivalente da Madona (minha senhora),
muito antes do nascimento de Jesus Cristo.

Segue abaixo mais um costume pagão desta festa.


O costume de trocar presentes com amigos e parentes durante a época natalina não tem absolutamente nada a ver com o cristianismo! Ele não celebra o nascimento de Jesus Cristo nem O honra! (Suponhamos que alguma pessoa que você estima está aniversariando. Você a honraria comprando presentes para os seus próprios amigos??... Omitiria a pessoa a quem deveria honrar??... Não parece absurdo deste ponto de vista?!...)

Contudo, isto é precisamente o que as pessoas fazem em todo o mundo. Observam um dia em que Cristo não nasceu, gastando muito dinheiro em presentes para parentes e amigos. Porém, anos de experiência nos ensinam que os cristãos confessos se esquecem de dar o que deviam, a Cristo e a Sua obra, no mês de dezembro. Este é o mês em que mais sofre a obra de Deus. Aparentemente as pessoas estão tão ocupadas trocando presentes natalinos que não se lembram de Cristo nem de Sua obra. Depois, durante janeiro a fevereiro, tratam de recuperar tudo o que gastaram no Natal, de modo que muitos, no que se refere ao apoio que dão a Cristo e Sua obra, não voltam à normalidade até março.

Vejamos o que diz a Bíblia em Mateus 2:1,11 com respeito aos presentes que levaram os magos quando Jesus nasceu:
"E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém, ... E, entrando na CASA, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, O adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-LHE dádivas: ouro, incenso e mirra."

E poque fizeram isto??
Por ser o dia de seu nascimento?
De maneira nenhuma!
Pois eles chegaram muitas semanas ou meses depois do seu nascimento (Mt 2:16). Ao contrário do que mostram os presépios, Jesus já estava numa casa, não numa estrebaria.

Então, os magos deram presentes uns aos outros para deixar-nos exemplo a ser imitado?
Não! Eles não trocaram nenhum presente com seus amigos e familiares, nem entre si mesmos, mas sim presentearam unicamente a CRISTO.

Por que? O mencionado comentário bíblico de Adan Clarke, vol. 5, pg.46, diz: "Versículo 11 ("ofereceram-lhe presentes"). No Oriente não se costuma entrar na presença de reis ou pessoas importantes com as mãos vazias. Este costume ocorre com freqüência no Velho Testamento e ainda persiste no Oriente e em algumas ilhas do Pacífico Sul."

Aí está! Os magos não estavam instituindo um novo costume cristão de troca-troca de presentes para honrar o nascimento de Jesus Cristo! Procederam de acordo com um antigo costume Oriental que consistia em levar presentes ao rei ao apresentarem-se a ele. Eles foram pessoalmente à presença do Rei dos Judeus. Portanto, levaram oferendas, da mesma maneira que a rainha de Sabá levou a Salomão, e assim como levam aqueles que hoje visitam um chefe de estado.

O costume de trocas de presentes de Natal nada tem a ver com o nascimento do Cristo de Deus, é apenas a continuação de um costume pagão.

Vivemos na babilônia e nem percebemos
não é preciso elaborar: quem pode deixar de ver nauseabundos comercialismo, idolatria, e contemporização, por trás do "Natal"?... E que diz Deus? Devemos "adaptar e corrigir o erro"? Ou devemos praticar "tolerância zero, separação total"?

"Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas." (Ap 18:4)

A religião absorveu toda essa história e a tem promovido em
todo o mundo em nome da verdadeira fé cristã.

Que Deus nos oriente,na Fé!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...