IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

Deus não tem cestas de lixo


Conta-se que havia um chinês, cuja esposa disse ao marido: "Gostaria de ganhar um casaco novo".

O marido perguntou-lhe: "E o que você fará do casaco velho?"
Ela respondeu: "Farei dele uma colcha".

Ele continuou: "E o que fará da colcha velha?"
Disse ela: "Vou transformá-la em fronhas" .

Ele insistiu: "O que fará você das fronhas velhas?"
Ela replicou: "Farei novos panos de limpeza".

Perguntou ele :"E que fará dos velhos panos de limpeza?"
Ela respondeu: "Amarrá-los-ei a um cabo e terei um esfregão."

Ele ainda indagou : "O que você fará do velho esfregão?"
E ela: "eu o reduzirei a pedacinhos, misturarei esses pedacinhos com cimento e, com essa massa, na primavera, taparei os buracos de nossa cabana."

Ele, afinal, concordou: "Está bem. Eu lhe darei um casaco novo!"

Se um oriental pode achar uma boa aplicação e um bom uso para tudo, o que Deus pode fazer?

Deus não tem cestas de lixo.
Ele tem um propósito para cada lugar e cada pessoa debaixo do sol.

Floresça onde você estiver!

Ler para Compreender

Quando os saduceus interrogaram Jesus acerca da ressurreição, ele respondeu que eles erraram na sua doutrina porque não conheceram “as Escrituras, nem o poder de Deus” (Mateus 22:29). Para corrigi-los, ele começou dizendo: “Não tendes lido o que Deus vos declarou...?” (Mateus 22:31).

Muitos alegam que a Bíblia é difícil demais para entender. Pensando assim, acabam errando da mesma maneira que os saduceus, seguindo suas próprias idéias e doutrinas de homens ao invés de dar à Bíblia a atenção e estudo honesto que Deus requer.

A verdade é que o Senhor revelou sua palavra justamente para ser entendida e vivida por todos que honestamente o buscam, não importa o nível intelectual. O costume de Jesus era de ensinar com simplicidade. Assim, ele falava por meio de parábolas, “conforme o permitia a capacidade dos
ouvintes” (Marcos 4:33). Ele queria que os homens entendessem a sua doutrina!

Depois da morte e ressurreição de Jesus, Deus continuava revelando sua palavra através dos apóstolos e profetas (Efésios 3:5). O apóstolo Paulo mostrou a facilidade com que os irmãos em Éfeso poderiam ganhar entendimento, dizendo “quando ledes, podeis compreender o meu discernimento do mistério de Cristo” (Efésios 3:4). Por isso, ele mandou que eles provassem sempre “o que é agradável ao Senhor” (Efésios 5:10), e que procurassem “compreender qual
a vontade do Senhor” (Efésios 5:17). Estas coisas não seriam possíveis se a palavra fosse difícil demais para ler e entender!

O fato de existirem muitas seitas, doutrinas e interpretações não deve nos desanimar em relação à verdade pura que se revela na palavra de Deus. O apóstolo Pedro avisa que como “surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres”, e que “os ignorantes e instáveis
deturpam...as...Escrituras, para a própria destruição deles” (2 Pedro 2:1, 3:16). Isto deve nos incentivar a sermos mais zelosos na leitura e estudo para entender a palavra de Deus, a fim de sermos por ele aprovados (veja 2 Timóteo 2:15)!

Que Deus nos oriente,na Fé!

Lute pela sua Família!

Neemias foi da Pérsia para Jerusalém, no quinto século antes de Cristo, para incentivar os judeus a reconstruirem as muralhas da cidade santa. Muitos judeus haviam voltado para sua terra nos 90 anos anteriores, mas sentiram-se inseguros devido ao estado péssimo dos muros de proteção ao redor de sua cidade principal. Neemias, um servo de Deus dedicado e capaz, fez uma vistoria, motivou os trabalhadores e organizou as obras (Neemias 1-3).

Os inimigos de Israel não gostaram disso. Quando não conseguiram impedir a construção, ficaram
zangados e decidiram atacar Jerusalém. Fizeram esses planos no pior momento para os judeus, pois os trabalhadores estavam cansados e tentados a desistir (leia Neemias 4:1-10).

Neemias soube da ameaça e armou o povo para se defender. Ele percebeu a preocupação da população e desafiou o povo cansado a resistir aos inimigos: “Não os temais; lembrai-vos do Senhor, grande e temível, e pelejai pelos vossos irmãos, vossos filhos, vossas filhas,vossa mulher e vossa casa” (Neemias 4:11-14).

Não era questão de defender a honra de um governante, e nem de defender posses materiais. As
próprias famílias foram ameaçadas, e Neemias pediu que cada homem fosse corajoso em protegê-las.
A nossa tarefa hoje não é a construção de uma cidade terrestre. Os seguidores de Cristo participam da “Jerusalém celestial” (Hebreus 12:22-23). Devemos nos preocupar com o nosso próprio crescimento espiritual,e com o crescimento do povo de Deus (1 Coríntios 3:9-15).

Quando progredimos, o Inimigo procura nos impedir. Se ele não conseguir, fica zangado conosco e
procura outras maneiras de atacar (leia 1 Pedro 5:8-9;Tiago 4:7-8; Apocalipse 12:1-17).

Enfrentamos inúmeros atentados do Diabo contra a família. Somos ameaçados com imoralidade, falsas doutrinas, etc. Se perdermos essas batalhas, pessoas queridas podem sofrer(considere as conseqüências do pecado de Acã – Josué 7).

O homem que não serve a Deus prejudica a sua família. A mãe infiel guia os filhos no caminho errado. Você ama a sua família? Quer ver seus filhos no céu?

Seja fiel a Deus. Lute por seu lar!

Se você deseja ter uma família feliz, participe de uma reunião, nesta quinta-feira ou no próximo domingo, em um Cenáculo do Espírito Santo mais próximo da sua casa.

Cenáculo IURD Regional de Vila Brasilândia:
R:Parapuã,1885,Vl. Brasilândia,São Paulo

Um coração sincero e com plena convicção de fé

Meu filho, escute o que lhe digo; preste atenção às minhas palavras.Nunca as perca de vista; Guarde-as no fundo do coração,pois são vida para quem as encontra e saúde para todo o seu ser.
Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida.Afaste da sua boca as palavras perversas; fique longe dos seus lábios a maldade.Olhe sempre para a frente, mantenha o olhar fixo no que está adiante de você.Veja bem por onde anda, e os seus passos serão seguros.
Não se desvie nem para a direita nem para a esquerda; afaste os seus pés da maldade.
Provérbios 4:20-27


Sendo assim, aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura. Hebreus 10:22

Os Dois textos Bíblicos citados acima,são de conhecimento da grande maioria dos que vivem uma rotina religiosa. Mas o porque então diversas vezes muitos ainda tem dúvidas.
As vezes me pego conversando com pessoas que estão a anos dentro de uma igreja mais ainda não tem a certeza de que a igreja em que está frequentando é a igreja certa.

Daí tiramos a conclusão de que enquanto a pessoa não se definir naquilo que quer e crê,só estará perdendo tempo. É isso mesmo perdendo tempo dentro da igreja e na vida. Pois a vida não anda e pior está pessoa esta correndo o risco de perder até a salvação de sua alma,que afinal é o mais importante,eu creio.

A foto que divulguei aí é de uma pequena Igreja Universal em Amador Bueno,Itapevi,SP. Neste local Deus usou pessoas que me ajudou a se definir na Fé. E logo depois mudei-me para a capital onde hoje mantenho a mesma convicção,no ultimo final de semana voltei a passeio naquela localidade e na oportunidade participei do Santo Culto no Cenáculo IURD Amador Bueno. Fiquei muito feliz em ver ali pessoas que participaram de nosso processo de libertação,que nos ajudaram e que hoje ainda mantem acesa a mesma chama. Mas também pude constatar que muitos dos que estiveram com a gente naquele lugar anos atrás,hoje não estão mais os que estão em outro ministério ainda "tudo bem" mais é os que voltaram a vida errada,o que será deles se o Senhor Jesus voltar agora??

Será que o problema está na igreja? no pastor? no bispo? em Deus? Não!
O fato é que por não se definir,por não terem sabedoria pra enfrentar as situações adversas se desesperaram e fugiram da batalha. Se você ainda se encontra nesta condição de indefinição o que te falta e sabedoria pra lidar com a situação e para isso aconselhou o autor a Tiago: Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá coisa alguma do Senhor; Tiago 1:5-7

Seja convicto daquilo que quer e crê! Para definir isso o melhor caminho é a sinceridade.

Que Deus nos oriente,na Fé!

O dinheiro na igreja

"O Deus deste mundo é o dinheiro.Os banqueiros não me deixam mentir. Oferta é investimento. Isso mesmo: Oferta é investimento." (B M)

O único dito autêntico de Nosso Senhor sobre finanças fora dos quatro Evangelhos foi preservado por Paulo "Lembrem das palavras do Senhor Jesus: “É mais feliz quem dá do que quem recebe.” (At. 20.35). Pode-se dizer que Paulo com certeza estava também qualificado para a bem-aventurança que ele recomendava.

Em seus ensinos,Nosso Senhor atribuiu uma importância surpreendente ao dinheiro. Pois de certo modo o dinheiro figura em um de cada seis versículos dos evangelhos em resumo,e em dezesseis de suas trinta e oito parábolas. Dessa maneira o Senhor Jesus reconheceu que o dinheiro é uma das realidades centrais da vida,do nascimento ao túmulo. O dinheiro é assunto dominante na maioria das conversações, e com certeza é um dos mais absorventes objetos de busca. O dinheiro é um assunto acerca do qual ninguém pode ser neutro.

Paulo expôs sua filosofia financeira em 1tm. 6.5-10. O apóstolo incentivava a contribuição sistemática proporcional . " No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando,.. Depois que chegar, eu enviarei, com cartas de apresentação, aqueles que vocês escolherem para levarem a oferta até Jerusalém." (1Cor. 16.2-4).

Ao incentivar a igreja de Corinto a ser mais generosa,Paulo citou a generosidade daquele que "se fez pobre por amor de vós", e também a grande generosidade das igrejas da Macedônia que eram pobres: " porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância e a alegria deles foi tanta, que, embora sendo muito pobres, eles deram ofertas com grande generosidade. Afirmo a vocês que eles fizeram tudo na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários,pediram com insistência que os deixássemos participar da assistência aos santos,e eles insistiram nisso. (2Cor.8.2-4).

Eis aí um novo tipo de levantamento de fundos,em que o ofertante [doador] implora pela oportunidade de contribuir para a causa! Os macedônios demonstraram que era mais bem-aventurado dar do que receber.

Que Deus nos oriente,na Fé!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...