IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

A Reforma Protestante e sua contribuição à educação moderna

31 de outubro - Dia do Protestante

Há 495 anos esse dia marca o início da Reforma Protestante, promovida por Martinho Lutero e que aconteceu em 1517. O ex-monge Agostino se opôs à venda de indulgências, documentos assinados pelo papa Leão X que garantiam o perdão dos pecados e um lote no céu. A venda de indulgências era promovida pela Igreja Católica do século XVI. Os revolucionários tinham como objetivo o retorno à doutrina e práticas cristãs originais. Para tanto, em 31 de outubro de 1517, Lutero fixou na porta da igreja do castelo de Wittemberg, na Alemanha, 95 teses que pregavam o "retorno às origens do Cristianismo primitivo e da prática sincera e devocional da Palavra de Deus".

“Nenhum aspecto da vida humana ficou intacto, pois abrangeu transformações políticas, econômicas, religiosas, morais, filosóficas, literárias e nas instituições. Foi, de fato, uma revolta e uma reconstrução do norte”, afirma o escritor Eby Frederick.

Na educação, os impactos foram determinantes. Na Idade Média, a igreja era a única responsável pela organização e manutenção da educação escolar. A partir do século 16, surgiram as nações-estados, que se opuseram ao poderio universal do papa e formou-se a classe média.

O historiador e professor da Faculdade de Teologia Metodista, Rev. José Carlos de Souza, explica que o comércio, a atividade pública e as próprias igrejas, entre muitos outros setores, possuíam demandas que requeriam cuidadoso preparo. Toda mudança social traz novos desafios.

“Certamente, por essa razão, Lutero sentiu-se impelido para falar e se pronunciou de modo enfático sobre a necessidade das autoridades civis investirem na educação”, avalia o professor.

Neste contexto, os movimentos da Renascença e da Reforma são precursores de profundas mudanças na concepção de ensino. “A educação começa a visar de modo claro e definido à formação integral do homem, o seu desenvolvimento intelectual, moral e físico”, conta o professor Ruy Afonso da Costa Nunes.

As principais doutrinas defendidas por Lutero


a) Justificação pela fé. Baseado nos ensinos de Paulo, ele ensinava que o homem não é justificado pelas suas obras, mas pela fé em Jesus Cristo.

b) A infalibilidade da Bíblia. Ele considerava a Bíblia infalível e acima de toda e qualquer tradição religiosa. Enquanto a Igreja Católica Romana defendia a ideia de que o papa era infalível e a Bíblia era sujeita à sua interpretação, Lutero afirmava que A Bíblia estava acima do papa, pois ela é a Palavra de Deus inspirada pelo Espírito Santo.

c) Sacerdócio de todos os crentes. Lutero negava o conceito que afirmava ter o papa poderes sobrenaturais como intermediário entre o povo e Deus. Ele defendia a ideia de que todo crente é um sacerdote e tem livre acesso à presença de Deus. Não precisamos de um intermediário, o único intermediário entre o homem e Deus é o Senhor Jesus Cristo.

Os princípios fundamentais da Reforma

a) Supremacia das Escrituras sobre a tradição.

b) A supremacia da fé sobre as obras.

c) A supremacia do povo sobre o sacerdócio exclusivo.


Lutero foi vitorioso?

Sim. Apesar das tentativas para condenarem Lutero, o papa e o Imperador Carlos V não conseguiram. Quando foi convocado a comparecer ao concílio diante do imperador, ele expressou-se destemidamente da seguinte forma: "É impossível retratar-me, a não ser que me provem que estou laborando em erro, pelo testemunho das Escrituras ou por uma razão evidente. Não posso confiar nas decisões de concílios e de Papas, pois é evidente que eles não somente têm errado, mas se têm contraditado uns aos outros. Minha consciência está alicerçada na Palavra de Deus. Assim Deus me ajude. Amém".

Infelizmente, a igreja se desviou dos princípios de Lutero.

Os ideais de Martinho Lutero, deu origem as igrejas protestantes, hoje conhecidas como Igrejas Evangélicas.

No Brasil, o protestantismo foi trazido pelos holandeses entre os anos de 1624 e 1625, tendo sido propagado principalmente entre os índios. Pesquisas recentes mostram o crescimento do protestantismo no Brasil: em 1970, o Censo do IBGE registrava cerca de 4,8 milhões de evangélicos; em 1980, 7,9 milhões; em 1991, 13,7 milhões; em 2000, 26,1 milhões. Segundo o IBGE, se esse crescimento se mantiver estável ao longo dos anos, no ano de 2020, metade da população brasileira será evangélica.

Sabe-se que existe atualmente cerca de 593 milhões de protestantes no mundo. O país mais protestante do mundo é os Estados Unidos da América, com quase 163 milhões de protestantes.

E hoje, a Igreja Universal do Reino de Deus é um simbolo dessa Fé. Fé que salva, Fé que liberta, Fé que cura, Fé que prospera, Fé que transforma. E a cada dia rompendo em Fé.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Com informações de RCM e IPRB adaptamos esse texto.

A arrogância impede a salvação

A arrogância impede a salvação

O orgulho é absolutamente oposto às qualidades e comportamentos que Deus quer que demonstremos. Aqueles que são arrogantes e egoístas querem ser servidos, e não servir. Os orgulhosos querem ser chefes e cobiçam a posição e a influência de outros.Este foi o problema que Arão e Miriã tiveram em Números 12, e o mesmo pecado que custou as vidas de quase 15.000 pessoas, em Números 16.

O homem orgulhoso pensa que já conhece as respostas, e não quer depender de quem quer que seja, nem mesmo do próprio Deus. A arrogância também impede nosso entendimento da verdade. Se não queremos admitir a necessidade de mudança, ou não queremos aceitar o fato que alguma outra pessoa sabe mais do que nós, nosso orgulho será um bloqueio fatal para o estudo eficaz da Bíblia.

Sem humildade, não reconheceremos nossos próprios defeitos. Somos até capazes de enganar nossos próprios corações para não vermos nosso próprio pecado. Saul fez isto quando defendeu sua desobediência na batalha contra os amalequitas. Ele argumentou que tinha obedecido o Senhor e que o povo tinha errado (1 Samuel 15:20-21). Deus não aceitou esta desculpa esfarrapada, e não aceita a nossa.

Um outro problema relacionado com a arrogância é a dificuldade em aceitar a correção. Provérbios 15:31-33 mostra a conseqüência de tal orgulho: "Os ouvidos que atendem à repreensão salutar no meio dos sábios têm a sua morada. O que rejeita a disciplina menospreza a sua alma, porém o que atende à repreensão adquire entendimento. O temor do Senhor é a instrução da sabedoria, e a humildade precede a honra." Provérbios 12:1 é mais direto: "Quem ama a disciplina ama o conhecimento, mas o que aborrece a repreensão é estúpido."

O outro lado deste problema é que a pessoa arrogante também não perdoa o erro dos outros. O orgulho é inerentemente egoísta, e nos torna facilmente ofendidos e lentos a perdoar. Isto cria uma tremenda barreira para a salvação. Jesus ensinou claramente que a pessoa que não perdoa não será perdoada por Deus (Mateus 6:12,14-15).

A última linha é muito clara. Se não aprendemos como ser humildes, não entraremos no céu. Deus rejeita os orgulhosos e exalta os humildes (Tiago 4:6,10).

A humildade é fundamental para nossa comunhão com Deus.
"Bem aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus" (Mateus 5:3).

Como desenvolver a humildade?

"Humilhem-se diante do Senhor, e ele os colocará numa posição de honra" (Tiago 4:10)

A humildade é essencial à nossa salvação, deveremos estar preocupados em acrescentar esta qualidade a nossas vidas. Mas como desenvolver isso? Sugestões simples nos ajudam:

Devemos procurar o melhor nos outros, e buscar servir os outros como Jesus (Romanos 12:10; Efésios 4:2-3; Filipenses 2:3-4).

Não devemos pensar que somos importantes (Lucas 17:10). Cada um deve usar sua capacidade, porém não devemos pensar que somos melhores do que outros (Romanos 12:3-8).

Não devemos esperar que outros nos humilhem. A chave da obediência é nossa humildade voluntária (Tiago 4:10), não a humilhação forçada.

Sempre que estivermos tentados a pensar que somos grandes e importantes, devemos parar para contemplar a grandeza e a majestade de Deus. Comparados com o Criador e Sustentador do Universo, somos débeis e insignificantes. O Salmo 8, especialmente nos versículos 3, 4 e 10, nos faz descer ao nosso tamanho rapidamente!


Que Deus nos oriente,na Fé!

Comportamento adulto na fase infantil é influenciado pelos pais

"Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino. Porque, agora, vemos como em espelho,obscuramente; então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então conhecerei como também sou conhecido". ( I Co 13.11-12)

Criança sensual tem influência direta dos pais

O que mais vemos nos dias de hoje são crianças, de até mesmo três anos, que já se vestem como “microadultos”. São saias curtas, maquiagem, tops, meias rendadas que fazem parte do figurino das pequenas. O problema disso tudo é que os pais são os que mais acham graça em ver seus filhos se vestindo e agindo como adultos.

Para a psicóloga Débora Cristina de Macedo Jorge, isso acontece porque os pais transferem para seus filhos a maneira como gostariam de ser. “De alguma forma eles passam a maneira como gostariam de se vestir, a personalidade que desejam ter, ou seja, é uma forma de se satisfazerem através dos pequenos.”

A psicóloga também explica que a mãe é o espelho da menina, apesar de a pequena ter uma ligação forte com o pai, mas é nela que busca referência de feminilidade, por isso, deve-se tomar cuidado com os exageros. “Ela fará tudo o que vê a mãe fazendo e isso aflorará o seu lado feminino. O problema está quando a mãe insere a filha no ciclo vicioso da moda, pensando que não pode deixá-la fora da tendência ou de como as outras meninas estão se vestindo. É desta forma, sem perceber, que a mãe leva a criança para um lado perigoso.”

Esse perigo está na inicialização que a mãe deu à criança a um mundo de vaidades que ainda não pertence à pequena. “Ela não tem discernimento do que é certo ou errado, por isso terá como parâmetro aquilo que a mãe apresentar a ela e julgará normal vestir-se com minissaias, mostrando partes do corpo sem necessidade”, esclarece Débora.

É por isso que tudo esta ligado à personalidade da mãe. “Se a mãe insiste em maquiar sua filha, em colocar roupas curtas, em ensiná-la a dançar de forma sensual, a criança não terá como fugir disso, porque aprenderá que essa é a forma correta. E assim ela passa a ser aquilo que não é para obedecer à mãe.”

Há coisas que podem não ter problemas, como por exemplo, pintar as unhas. Mas é preciso saber o limite. “A limitação começa quando a criança torna isso essencial e vive em função de sua vaidade. Não quer sair de casa se não estiver de unha pintada ou vestida com a roupa que quer. Isso só acontece porque a fizeram acreditar que deve fazer e viver somente o que agrada aos outros, o que está na moda, o que a mídia impõe.”

Crianças assim indicam que não receberam orientação de seus pais, e cresceram pensando que têm que fazer o que é imposto. “Elas não têm confiança em si e por isso que a dependência da opinião dos outros sempre existirá, já que não tiveram a presença da mãe e do pai com suas orientações do que é certo ou errado para sua idade, crescendo com qualquer influência da sociedade”, enfatiza Débora.

Ela também ressalta que a falta de orientação dos pais e o exagero ao impor que os filhos tenham atitude de adulto antes da hora podem tornar aquela criança uma pessoa com alguns problemas. “Dependendo do que acontecer com ela na infância, ela pode ser frustrada, fútil. Porém, pode acontecer de tudo isso ser somente uma fase e ela crescer com sua própria personalidade, sabendo o que falar e o que vestir, por ver outros exemplos femininos na sua convivência”, finaliza a psicóloga.

Por Tany Souza
tany.souza@arcauniversal.com

"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele". (Pv 22.6)

Que Deus nos oriente,na Fé!

Um Chute na Heresia



"Os que fazem imagens não prestam, e os seus deuses, que eles tanto amam, não valem nada. Os que adoram imagens são tolos e cegos e por isso serão humilhados. É uma grande tolice fazer uma imagem para ser adorada como se fosse um deus. Todos os que a adorarem serão humilhados ... o homem faz uma imagem, isto é, um deus; depois, fica de joelhos e a adora. E faz esta oração: “Tu és o meu deus; salva-me!” Essa gente não tem juízo. Eles fecharam os olhos e não podem ver nada; fecharam também a sua mente e não entendem nada. O homem que faz imagens não entende nada e não tem a inteligência necessária para dizer a si mesmo: “Ora, com metade dessa madeira eu fiz um fogo; assei o pão, assei a carne e comi. E com a outra metade eu fiz esta imagem nojenta. Agora, aqui estou eu, adorando um pedaço de madeira! Adorar uma imagem não adianta nada; é o mesmo que comer cinzas. O homem que adora imagens não pensa direito, mas vive enganado. Ele não pode se salvar, pois não é capaz de dizer: “Isto que está na minha mão não é um deus coisa nenhuma.” " (Is 44.9-11,17-20)

Este texto fala sobre a idolatria,assunto que muita gente não gosta de tocar existem até pastores que não falam a este respeito para não perder seus fieis ou por medo de serem perseguidos sendo assim,não falam a verdade e muitos de nós também temos se negado a falar. Falamos de muitas outras coisas mas nos negamos a falar de idolatria. Temos familiares presos na idolatria e mesmo sabendo que eles vivem uma mentira,e se eles morrerem assim vão pro inferno e nós seremos culpados mas mesmo assim nós negamos a falar. Desconversamos talvez por medo de perder a amizade, como já disse falamos de muitas outra coisas.

Hoje você tem a oportunidade de dizer que o Senhor Jesus Cristo é o único Deus, que ELE é o Primeiro e o Último e fora Dele não há outro Deus,além Dele não existe outro Deus.

Note que a Bíblia esta dizendo que o idolatra é tão cego que é como se alguém tivesse lhes grudado os olhos e que o seu coração é sem entendimento. Quer dizer que a idolatria é uma abominação contra Deus mas o idolatra é tão cego que não consegue perceber. A religião tem lucrado muito com a idolatria,a religião se alimenta da ignorância,de um povo,a religião quer até que as pessoas se encham de filhos. Por que sera que vivemos num país tão rico e poderoso,mas com um povo tão desgraçado ?? tão pobre ?? tão faminto ?? Isto é reflexo da religião que impera aqui,com a idolatria.

E o que você tem feito será que você tem se omitido ? Sobre mim e sobre você pesa a responsabilidade de falar a verdade!

Por que é que as outras nações nos perguntam: “Onde está o Deus de vocês?”
Nós respondemos: “O nosso Deus está no céu; ele faz tudo o que quer.
Os deuses das outras nações são de prata e de ouro, são feitos por seres humanos.
Eles têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não vêem.
Têm ouvidos, mas não ouvem; têm nariz, mas não cheiram.
Têm mãos, mas não podem pegar; têm pés, mas não andam; e da garganta deles não sai nenhum som.
Que fiquem iguais a esses ídolos aqueles que os fazem e os que confiam neles!”

Se você que ser amigo das pessoas fale de um evangelho social,mas o Senhor Disse: Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Tiago 4:4
Que Deus nos oriente,na Fé!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...