IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

Aos casados e aos que vão casar,a realidade de um casamento

"Porque o Senhor foi testemunha da aliança entre ti e a mulher da tua mocidade..." (Malaquias 2:14). "Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem" (Mateus 19:6). "Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento...para que não se interrompam as vossas orações" (1 Pedro 3:7).

Naquela noite, enquanto minha esposa servia o jantar, eu segurei sua mão e disse: "Tenho algo importante para te dizer". Ela se sentou e jantou sem dizer uma palavra. Pude ver sofrimento em seus olhos. De repente, eu também fiquei sem palavras. No entanto, eu tinha que dizer a ela o que estava pensando. Eu queria o divórcio. E abordei o assunto calmamente. Ela não parecia irritada pelas minhas palavras e simplesmente perguntou em voz baixa: "Por quê?" Eu evitei respondê-la, o que a deixou muito brava. Ela jogou os talheres longe e gritou "você não é homem!" Naquela noite, nós não conversamos mais.

Pude ouví-la chorando. Eu sabia que ela queria um motivo para o fim do nosso casamento. Mas eu não tinha uma resposta satisfatória para esta pergunta. O meu coração não pertencia a ela mais e sim a Jane. Eu simplesmente não a amava mais, sentia pena dela.

Me sentindo muito culpado, rascunhei um acordo de divórcio, deixando para ela a casa, nosso carro e 30% das ações da minha empresa. Ela tomou o papel da minha mão e o rasgou violentamente. A mulher com quem vivi pelos últimos 10 anos se tornou uma estranha para mim. Eu fiquei com dó deste desperdício de tempo e energia, mas eu não voltaria atrás do que disse, pois amava a Jane profundamente. Finalmente ela começou a chorar alto na minha frente, o que já era esperado. Eu me senti libertado enquanto ela chorava. A minha obsessão por divórcio nas últimas semanas finalmente se materializava e o fim estava mais perto agora.

No dia seguinte, eu cheguei em casa tarde e a encontrei sentada na mesa escrevendo. Eu não jantei, fui direto para a cama e dormi imediatamente, pois estava cansado depois de ter passado o dia com a Jane.

Quando acordei no meio da noite, ela ainda estava sentada à mesa, escrevendo. Eu a ignorei e voltei a dormir. Na manhã seguinte, ela me apresentou suas condições: ela não queria nada meu, mas pedia um mês de prazo para conceder o divórcio. Ela pediu que durante os próximos 30 dias a gente tentasse viver juntos de forma mais natural possivel. As suas razões eram simples: o nosso filho faria seus exames no próximo mês e precisava de um ambiente propício para prepar-se bem, sem os problemas de ter que lidar com o rompimento de seus pais. Isso me pareceu razoável, mas ela acrescentou algo mais. Ela me lembrou do momento em que eu a carreguei para dentro da nossa casa no dia em que nos casamos e me pediu que durante os próximos 30 dias eu a carregasse para fora da casa todas as manhãs. Eu então percebi que ela estava completamente louca mas aceitei sua proposta para não tornar meus próximos dias ainda mais intoleráveis.

Eu contei para a Jane sobre o pedido da minha esposa e ela riu muito e achou a idéia totalmente absurda. "Ela pensa que impondo condições assim vai mudar alguma coisa; melhor ela encarar a situação e aceitar o divórcio" ,disse Jane em tom de gozação.

Minha esposa e eu não tínhamos nenhum contato físico havia muito tempo, então quando eu a carreguei para fora da casa no primeiro dia, foi totalmente estranho. Nosso filho nos aplaudiu dizendo "O papai está carregando a mamãe no colo!" Suas palavras me causaram constrangimento. Do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa, eu devo ter caminhado uns 10 metros carregando minha esposa no colo. Ela fechou os olhos e disse baixinho "Não conte para o nosso filho sobre o divórcio" Eu balancei a cabeça mesmo discordando e então a coloquei no chão assim que atravessamos a porta de entrada da casa. Ela foi pegar o ônibus para o trabalho e eu dirigi para o escritório.

No segundo dia, foi mais fácil para nós dois. Ela se apoiou no meu peito, eu senti o cheiro do perfume que ela usava. Eu então percebi que há muito tempo não prestava atenção a essa mulher. Ela certamente tinha envelhecido nestes últimos 10 anos, havia rugas no seu rosto, seu cabelo estava ficando fino e grisalho. O nosso casamento teve muito impacto nela. Por uns segundos, cheguei a pensar no que havia feito para ela estar neste estado.
No quarto dia, quando eu a levantei, senti uma certa intimidade maior com o corpo dela. Esta mulher havia dedicado 10 anos da vida dela a mim.
No quinto dia, a mesma coisa. Eu não disse nada a Jane, mas ficava a cada dia mais fácil carregá-la do nosso quarto à porta da casa. Talvez meus músculos estejam mais firmes com o exercício, pensei.

Certa manhã, ela estava tentando escolher um vestido. Ela experimentou uma série deles mas não conseguia achar um que servisse. Com um suspiro, ela disse "Todos os meus vestidos estão grandes para mim". Eu então percebi que ela realmente havia emagrecido bastante, daí a facilidade em carregá-la nos últimos dias. A realidade caiu sobre mim com uma ponta de remorso... ela carrega tanta dor e tristeza em seu coração...

Instintivamente, eu estiquei o braço e toquei seus cabelos. Nosso filho entrou no quarto neste momento e disse "Pai, está na hora de você carregar a mamãe". Para ele, ver seu pai carregando sua mãe todas as manhãs tornou-se parte da rotina da casa. Minha esposa abraçou nosso filho e o segurou em seus braços por alguns longos segundos. Eu tive que sair de perto, temendo mudar de idéia agora que estava tão perto do meu objetivo.

Em seguida, eu a carreguei em meus braços, do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa. Sua mão repousava em meu pescoço. Eu a segurei firme contra o meu corpo. Lembrei-me do dia do nosso casamento. Mas o seu corpo tão magro me deixou triste. No último dia, quando eu a segurei em meus braços, por algum motivo não conseguia mover minhas pernas. Nosso filho já tinha ido para a escola e me vi pronunciando estas palavras: "Eu não percebi o quanto perdemos a nossa intimidade com o tempo".

Eu não consegui dirigir para o trabalho... fui até o meu novo futuro endereço, saí do carro apressadamente, com medo de mudar de idéia... Subi as escadas e bati na porta do quarto. A Jane abriu a porta e eu disse a ela "Desculpe, Jane. Eu não quero mais me divorciar". Ela olhou para mim sem acreditar e tocou na minha testa "Você está com febre?" Eu tirei sua mão da minha testa e repeti "Desculpe, Jane. Eu não vou me divorciar. Meu casamento ficou chato porque nós não soubemos valorizar os pequenos detalhes da nossa vida e não por falta de amor. Agora eu percebi que desde o dia em que carreguei minha esposa no dia do nosso casamento para nossa casa, eu devo segurá-la até que a morte nos separe."

A Jane então percebeu que era sério. Me deu um tapa no rosto, bateu a porta na minha cara e pude ouví-la chorando compulsivamente. Eu voltei para o carro e fui trabalhar.

Na loja de flores, no caminho de volta para casa, eu comprei um buquê de rosas para minha esposa. A atendente me perguntou o que eu gostaria de escrever no cartão. Eu sorri e escrevi: "Eu te carregarei em meus braços todas as manhãs até que a morte nos separe".

Naquela noite, quando cheguei em casa, com um buquê de flores na mão e um grande sorriso no rosto, fui direto para o nosso quarto onde encontrei minha esposa deitada na cama - morta.

Minha esposa estava com câncer e vinha se tratando a vários meses, mas eu estava muito ocupado com a amante para perceber que havia algo errado com ela. Ela sabia que morreria em breve e quis poupar nosso filho dos efeitos de um divórcio - e prolongou a nossa vida juntos proporcionando ao nosso filho a imagem de nós dois juntos toda manhã. Pelo menos aos olhos do meu filho, eu sou um marido carinhoso.

Os pequenos detalhes de nossa vida são o que realmente contam num relacionamento. Não é a mansão, o carro, as propriedades, o dinheiro no banco. Estes bens criam um ambiente propício a felicidade mas não proporcionam mais do que conforto. Portanto, encontre tempo para ser amigo de sua esposa, faça pequenas coisas um para o outro para mantê-los próximos e íntimos.

"Portanto, alegre-se com a sua mulher, seja feliz com a moça com quem você casou, amorosa como uma corça, gazela graciosa. Que ela cerque você com o seu amor, saciem-te os seus seios em todo o tempo e que os seus encantos sempre o façam feliz!" (Prov. 5. 18-19)

O casamento é uma das ricas bênçãos preparadas para nós pelo benevolente Criador. Quando seguimos o plano dele, gozamos das maravilhas do amor e da segurança nesta vida, e a expectativa de um lar perfeito na eternidade

Que Deus nos oriente,na Fé!

Aniversário do Blog

À 3 anos o "JESUS SEM HERESIAS" é uma opção de fé na rede.
Longe de querer pregar uma religião. No "JESUS SEM HERESIAS" você encontra textos,mensagens que edificam à fé consciente e inteligentemente,mostramos JESUS sem ditar regras e preceitos de homens,sem doutrinas opostas aos dogmas do evangelho pleno,sem disparate,sem absurdos.

Sabemos que não é bom "..seguir varias doutrinas e ensinamentos diferentes...É bom ser espiritualmente forte ..."(Hb.13.9)

Agora porque JESUS SEM HERESIAS?

Durante esses três anos de existência do Blog tenho ouvido e recebido por e-mail esse tipo de questionamento. Então para lucidar as duvidas vamos primeiro entender o que é heresias.

A palavra grega (hairesis), que literalmente significa "escolha", é usada no Novo Testamento para designar uma seita ou facção, Por exemplo, os saduceus eram uma seita dentro do Judaísmo (Atos 5:17), assim como eram os fariseus (15:5).

Daí entedemos que heresia é qualquer ensino que se afasta dos ensinamentos normais de uma tradução religiosa. Em particular, isto se refere a grupos dentro do Cristianismo que ignoram alguns de seus elementos básicos.

A palavra "heresia" veio a significar o ensino particular que causava a separação do Cristianismo. Assim, Pedro exortava os cristãos sobre vários falsos mestres que tentariam demover os fiéis com seus ensinos heréticos (2Pedro 2:1).

Agora que entendemos heresias devemos entender os dogmas do evangelho ou seja,a sã doutrina que nada tem haver com normas e costumes tradicionais,impostos pelas religiões.O que vamos ver a partir de agora é o que realmente DEUS cobra da sua igreja e do seu povo. Veremos que é muito mais do que normas e costumes,é a sã doutrina! Que não se baseia em heresias.

O Apostolo escrevendo aos colossenses no cap.2 a partir do verso.8 enfatiza que fomos circuncidados por CRISTO e não por mãos de homens,então fomos ressurretos por ELE para viver para ELE,e não para as ordenanças dos homens e religiosos. veja os versos.16-23 de Colossenses,ele diz ninguém vos julgue ninguém se faça arbitro.

Logo no cap. 3 já a partir do verso 1 ele nos exorta a buscar as coisas lá do alto, seque no verso 5 pedindo,para sepultarmos a nossa natureza terrena,fazendo então com que haja uma mudança interior,que pode ser vista até no falar veja o verso 8 e 9 de Colossenses 3.

Depois ele nos adverte a cultivar as virtudes ensina os deveres familiares,como submissão da mulher ao homem,o amor do marido a sua esposa,a obediência dos filhos aos pais e até o trabalhador a trabalhar para o seu patrão,como se o fizesse ao próprio DEUS, também aos patroes a tratar seus colaboradores como se a DEUS fizesse veja os versos 18 até o 25,tudo isto em Col.2 e 3.

Nas cartas à Timóteo o Apostolo fala com vigor sobre a sã doutrina deixando claro que as leis não são para os justos e sim para os injustos (1Tm.1.4-10).
No cap. 2 de 1Tm ele ressalta que DEUS quer salvar a todos veja versos 3 até o 10.
No cap. 6 do mesmo livro o Apostolo diz:"não deis créditos a quem não traz consigo a sã doutrina" veja os versos 1 ao 5.

Na carta aos hebreus o Apostolo nos adverte"a não seguir varias doutrinas e ensinamentos diferentes...É bom ser espiritualmente forte por meio da graça e não por regras..."(Hb.13.9).

Conclusão!
A quase três anos O "JESUS SEM HERESIAS" é uma opção dessa fé na rede.

http://jesussemheresias.blogspot.com.br/
Desde: 24 DE NOVEMBRO 2009
278 postagens
91 videos
134 seguidores
86 pessoas curtiram JESUS SEM HERESIAS no Facebook
208573 visualizações de página

Obrigado pessoal! Me ajudem a divulgar JESUS SEM HERESIAS curtam,sigam,compartilhe,divulguem!

Que Deus nos oriente,na Fé!

É natal! É natal! E a fé?


Jesus, o verdadeiro Messias, não nasceu em 25 de dezembro. Os apóstolos e a igreja primitiva jamais celebraram o natalício de Cristo. Nem nessa data nem em nenhuma outra. Não existe na Bíblia ordem nem instrução alguma para fazê-lo. Porém, existe, sim, a ordem de atentarmos bem e lembrarmos sempre a Sua MORTE (1Co 11:24-26; Joã 13:14-17). O que temos ordem de fazer é pregar esta MORTE e seu significado, a vitoriosa RESSURREIÇÃO do nosso Salvador, Sua próxima VINDA gloriosa, sua mensagem de SALVAÇÃO para os que crêem verdadeiramente e PERDIÇÃO para os não crêem verdadeiramente.

Sendo assim o que é que se comemora nesta data? Qual a origem do natal ?

Você pode ler sobre isso em nossa post publicada ano passado em: http://jesussemheresias.blogspot.com.br/2011/12/natal-introducao-paga-na-igreja-de.html
é só clicar no link.

Que Deus te oriente na Fé!

Frases edificantes de célebres cristãos da história


“Acho impossível que um indivíduo contemplando o céu possa dizer que não existe um Criador.”
– Abraham Lincoln (1809-1865), presidente dos Estados Unidos (foto acima).

“Os quatro Evangelhos, todos eles, dão-nos o retrato de uma personalidade muito definida, obrigando-nos a dizer: ‘Esse homem existiu. Isso não pode ser inventado.’”
– H. G. Wells (1866-1946), escritor de ficção científica (“A Guerra dos Mundos”, “A Máquina do Tempo”), em alusão a Jesus.

“Achar que o mundo não tem um criador é o mesmo que afirmar que um dicionário é o resultado de uma explosão numa tipografia.”
– Benjamin Franklin (1706-1790), estadista, cientista, inventor, editor de livros, tipógrafo e jornalista, entre outras várias ocupações. Uma das mentes mais notáveis da história (ilustrado à direita).

“Nunca oro suplicando cargas mais leves, mas ombros mais fortes.”
Phillips Brooks (1835-1893), pregador e escritor estadunidense.

“É melhor investir 15 ou 20 dólares hoje comprando uma Bíblia, do que gastar 100 ou 150 dólares por hora no escritório de um psiquiatra amanhã.”
Andrew Young (1932), político, diplomata, ativista e pastor norte-americano, colaborador de Martin Luther King.

“Se eu a coloco abaixo de todos os livros, ela é a que mantém todos eles. Se eu a coloco no meio dos outros livros, ela é o coração deles. E se eu a coloco em cima dos outros livros, ela é a cabeça e autoridade de todos em minha biblioteca.”
– Ruy Barbosa (1849-1923), jurista, político, diplomata, escritor, filólogo, tradutor e orador brasileiro (foto à esquerda), falando sobre a Bíblia.

“Deus lhe deu um presente de 86,4 mil segundos hoje. Você usou pelo menos 1 deles para dizer ‘obrigado’?”
William Arthur Ward (1921-1994) – militar, administrador, escritor, pastor e educador estadunidense.

“Eu estava fazendo uma revolução à força, usando a guerra. Mas, lendo as páginas deste livro (a Bíblia) descobri que Cristo fez uma revolução muito maior do que eu. Sem violência e destruição, fez a revolução do amor e da liberdade espiritual mediante o sangue na cruz.”
– Napoleão Bonaparte (1769-1821), imperador francês (pintura à direita) que conquistou boa parte da Europa.

“Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e perdi tudo. Porém, tudo que coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo.”
Martin Luther King (1929-1968), pastor e ativista norte-americano, um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis da população negra nos Estados Unidos e no mundo.

“Há dois tipos de pessoas: as que têm medo de perder Deus e as que têm medo de encontrá-Lo.” – Blaise Pascal (1623-1662), físico, matemático, filósofo moralista e teólogo francês.

“Do meu telescópio, eu via Deus caminhar! A maravilha, a harmonia e a organização do universo só pode ter se efetuado conforme um plano de um ser todo-poderoso e onisciente.”
– Sir Isaac Newton (1643-1727), físico, matemático, astrônomo, filósofo e teólogo (selo à esquerda) que descreveu a Lei da Gravitação Universal e as Três Leis de Newton, que fundamentaram a mecânica clássica.

“Amar alguém significa ver essa pessoa como Deus a concebeu.”
– Fiodor Dostoievsky (1821-1881), escritor russo (“Crime e Castigo”, “Os Irmãos Karamazov”).

“Homens de verdade vivem para Cristo.”
– Chuck Norris (1940) ator, empresário e ex-lutador norte-americano de artes marciais, famoso por filmes de ação oitentistas como “Comando Delta”, "Braddock" e pelo recente “Os Mercenários 2” (foto ao lado).

“Olhe para você, e você vai encontrar em toda a longa jornada de sua vida apenas ódio, solidão, desespero, ruína e decadência. Mas olhe para Cristo e você vai encontrá-Lo, e com Ele tudo o que mais você necessita.”
– C. S. Lewis (1898-1963), educador, teólogo, poeta e escritor irlandês, autor da grande saga “As Crônicas de Nárnia”.

“A busca pela excelência também é uma maneira de louvar a Deus.”
– Francis A. Schaeffer (1912-1984), pastor, teólogo e filósofo dos Estados Unidos.

“Deus está em toda parte. Entretanto, o homem somente O encontra onde O busca.”
– Antigo texto judaico anônimo.

Fonte: Arca Universal

Que Deus nos oriente,na Fé!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...