IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

A INCAPACIDADE de amar o diferente


Quero compartilhar com os leitores do Blog um texto de Carlos Calito, que através de uma metáfora de nosso relacionamento com Deus, explica as causas do;divórcio;que infelizmente;é algo tão comum em nossos dias. Boa leitura...

PORQUE DEUS ODEIA O DIVÓRCIO?


Muitas pessoas, de dentro e de fora da igreja cristã, acreditam que, numa sociedade moderna onde se privilegia a liberdade de escolha e a busca da felicidade, qualquer argumentação contra o divórcio é, no mínimo equivocada.

Muitos intérpretes da Bíblia acreditam que os textos bíblicos que apontam para uma objeção de Deus em relação ao divórcio são contextualmente equivocados e não servem mais para uma aplicação direta em nossos dias – tais como os textos que falam sobre restrições alimentares e similares.

Entretanto permitam-me, os que assim pensam, de discordar desta idéia.

Quando eu era adolescente e comungava em uma igreja de origem alemã e com forte influência do movimento pietista, o divórcio era visto com uma conotação sexual equivalente ao adultério, ou seja, as pessoas que se divorciavam ‘queriam’ experimentar novos parceiros sexuais – e isso era abominável! Portanto naquele contexto o divórcio era visto como moralmente degradante – ponto de vista do qual eu também discordo, haja visto que tenho amigos pessoais cristãos que são divorciados há mais de 15 anos e que não buscaram novas companheiras, muitos menos uma vida promíscua sexualmente – simplesmente mantém-se em abstinência!

Então qual o real significado do divórcio que leva Deus a afirmar que odeia o mesmo (Malaquias 2:13-16)? Ao longo de mais de 30 anos atendendo casais em meu consultório posso dizer que a essência de todo o divórcio está na INCAPACIDADE de amar o diferente.

Quando iniciamos um relacionamento afetivo, acreditamos – de forma imatura – que temos com o outro uma sintonia tão próxima que, mesmo os pequenos sinais de diferenças não nos incomodam, haja visto os enormes sinais de concordâncias. A proximidade de convivência e a rotina escancaram o quanto estávamos equivocados. O outro é SIM, muito diferente de mim em muitos aspectos: em seu ritmo, tempos, estilo de vida, projetos, gostos, interação social, etc.

Então caímos na ilusão que, com um pouco de esforço conseguiremos mudar o outro e ‘torná-lo à minha imagem e semelhança’, afinal se pensarmos de forma mais sintônica, tudo vai ficar maravilhoso. Passamos então a sermos educadores do outro, que teimosamente mostra-se um aprendiz ineficaz e não muda. A frustração da não mudança aumenta gerando irritação e os ‘padrões educacionais’ tornam-se mais violentos, com as solicitações se transformando em gritos, que levam a ressentimentos. Isso tudo colabora para que a sensação inicial imatura de que haveria uma sintonia total se dilua e se passa a acreditar que não somos mais compatíveis – precisamos buscar outra pessoa mais compatível para não arrastarmos ao longo da vida um relacionamento que nos fará infeliz. Aí surge o divórcio.

Não é esse uma metáfora de nosso relacionamento com Deus? Ele querendo nos ensinar a sermos cada vez mais à imagem e semelhança dele e nós obstinadamente seguimos com as nossas ‘verdades’? Todavia Deus JAMAIS desiste de nós, nem se altera quando não lhe damos ouvidos. Em última instância o casamento é a REAL aprendizagem do AMOR e quando nos negamos a esta aprendizagem, nos afastamos do Deus que é amor – e é isso que Ele odeia!

Deus não quer que transformemos o outro à nossa imagem e semelhança, mas que encontremos no outro a imagem de Deus que é multifacetária e que, justamente por isso, torna a humanidade tão rica em sua diversidade. Esse caminho é estreito e poucos são os que trilham por ele.

Fonte: Ultimato

É tempo de lutar,por uma nova identidade
Que Deus nos oriente,na Fé!!

Estrutura Montada para um Futuro Governo Mundial; Fim dos tempos ???

A reportagem de capa da Folha Universal dessa semana,traz a tona uma matéria que é especulação no mundo todo. A tecnologia a serviço da nova ordem mundial. Cidadãos do mundo inteiro estão alertas com as espionagem do governo norte americano, e situação pode piorar com o continuo avanço de tecnologias. Veja a reportagem na integra aqui e descubra um pouco do que diz a bíblia a esse respeito.

Ameaça na pele

Cidadãos do mundo todo estão assustados com espionagem do governo dos Estados Unidos, e situação pode piorar com novas tecnologias

Em um mundo globalizado, com pessoas conectadas por meio das mais avançadas ferramentas tecnológicas, as informações entre todos os seres humanos circulam livremente. No entanto, qual é o risco que a humanidade corre se o poder de monitorar e até de manipular essas informações estiver nas mãos de uma única pessoa? E se essa pessoa tiver acesso ao mundo todo em tempo real, mesmo sem os indivíduos estarem conectados a um telefone ou computador?


“Se você pode controlar a internet, se você pode começar a ajustar o que as pessoas dizem ou interceptar informações, você se torna muito, muito poderoso. É o tipo de poder que, se estiver nas mãos de um governo corrupto, dá a ele a capacidade de se manter no poder para sempre”, arriscou dizer em entrevista ao jornal “The Telegraph” o físico inglês Tim Berners-Lee, um dos criadores da World Wide Web (www) e considerado o pai da internet.


Se a perpetuação no poder for possível com o controle sobre a internet, segundo avaliou o criador da rede mundial de computadores , o mundo agora cobra do presidente Barack Obama uma explicação para a denúncia de que os órgãos responsáveis pela inteligência dos Estados Unidos têm acesso irrestrito todos os dias aos registros de milhões de chamadas telefônicas, seja em ligações domésticas ou internacionais, além de dados dos servidores das principais empresas da internet mundial, dentre elas Microsoft, Yahoo!, Facebook, YouTube, Skype e Apple.


“Não podemos ter 100% de segurança com 100% de privacidade e sem nenhum inconveniente. Quando eu assumi o meu mandato, prometi duas coisas: o respeito à Constituição e a proteção dos cidadãos americanos”, tentou justificar Obama, que ainda alegou, em vão, que o monitoramento era feito com base em dados de telefonemas e não em escutas e também que os cidadãos norte-americanos não eram monitorados, apenas pessoas com risco de ligação ao terrorismo.


As declarações de Obama não convenceram nem mesmo os cidadãos norte-americanos, que em ampla maioria disseram, em pesquisa feita pela Reuters/Ipsos, ser contra a espionagem sem autorização, sendo que mais de um terço dos entrevistados considerou a atividade completamente inaceitável. Para piorar a imagem de Obama diante da revelação feita pelos jornais “The Guardian” e “Washington Post”, de que ligações telefônicas e comunicações via internet de milhões de cidadãos estavam sendo monitoradas, o próprio denunciante, um ex-funcionário do governo norte-americano, foi a público confirmar suas declarações e ainda rebateu a primeira explicação de Obama.


Ex-funcionário da CIA que trabalhava como terceirizado na Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) , Edward Snowden, de 29 anos, abandonou sua vida no Havaí e foi para a China divulgar ao mundo o escândalo de espionagem comandado por Obama, que usou o programa chamado Prism. Edward ainda declarou que, sim, os cidadãos norte-americanos também são vigiados, diferentemente do que disse o presidente.


“A NSA construiu uma infraestrutura que permite interceptar tudo. Com a capacidade que ela tem, a maior parte da comunicação estabelecida entre os seres humanos na rede seria automaticamente registrada, sem que houvesse um alvo, um objetivo para tal. Se eu quisesse ver seus e-mails ou o telefone da sua esposa, tudo o que eu precisaria era usar esses mecanismos de interceptação do Prism. Poderia ter acesso a e-mails, senhas, gravações de telefone, cartões de crédito”, revelou Edward, lembrando que o Prism começou a ser colocado em prática em 2007. Ou seja, tudo que circulou na web desde então pode ter sido visto e até manipulado pelo governo norte-americano, sem contar os dados e as informações obtidos por meio de ligações telefônicas. Além de outros programas, que não são do conhecimento de Edward.


Tecnologias para vigiar os cidadãos de todo o mundo não faltam. E vão além da rede mundial de computadores e dos telefonemas. O acesso aos dados dos cidadãos do mundo permite monitorar os passos de cada ser humano, o que é fácil atualmente com diferentes programas de localização presentes em computadores e também nos smartphones, cada vez mais difundidos pelo mundo.


Além disso, há milhões de câmeras espalhadas pelo mundo, aviões não tripuláveis e satélites artificiais espalhados em órbita da Terra. Há também informações colhidas diariamente em cartões bancários. Os dados dos cartões, com informações sobre tudo que se compra e por onde cada um realiza suas transações, também são armazenados em um chip.


O chip, exigência para passaportes de países que entram nos Estados Unidos, é um circuito eletrônico miniaturizado que armazena todo tipo de dado e também pode ser monitorado à distância. Essa tecnologia é usada de diferentes formas, além do cartão de crédito, e até já foi adotada em uniformes escolares para monitorar a frequência de alunos, diante da possibilidade instantânea de vigilância pelo chip.


Esse microchip já é inclusive anunciado pelo mundo afora como a revolução da tecnologia mundial pela possibilidade de ser implantado de alguma forma ao ser humano, sem a necessidade de uniforme, celular, smartphone, cartão de crédito ou qualquer aparelho que tenha de ser utilizado pelos homens.


A ideia, já desenvolvida por empresas de tecnologia, é colocar os chips nos seres humanos de alguma maneira, seja sob a pele, por meio de pílula e até mesmo em um formato adesivo, semelhante a uma tatuagem, conforme demonstrado pela empresa Motorola durante conferência sobre inovações tecnológicas realizada na Califórnia, no fim de maio. Este chip eliminaria, entre outras coisas, a necessidade de cartões e senhas para compras. Bastaria acioná-lo.


Se os dados expostos em computadores e ligações telefônicas já dão poder a quem tem acesso a essas informações, imagine se alguém conseguir o controle sobre todos os seres humanos. Qual o risco que a humanidade corre se algum dia todos estiverem “chipados”, como tentam induzir os revolucionários da tecnologia, os mesmos que desenvolveram variados equipamentos de monitoramento e que estão entre os que fizeram acordo para permitir o esquema de espionagem comandado pelo governo norte-americano? O esquema de monitoramento mundial está pronto, como demonstrado na denúncia de espionagem comandada por Obama. Quem estiver com o chip, então, poderá facilmente ter todos os passos vigiados.


Essa situação deixa alguns cristãos apreensivos, pois a estrutura para que um governo mundial controlador seja instalado está praticamente pronta. Esse governo, liderado pelo indivíduo identificado como anticristo, está previsto na Bíblia para acontecer nos últimos dias. Além disso, o chip pode ser facilmente associado à marca ou selo da besta, profecia descrita no livro bíblico de Apocalipse. “A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome.” (Apocalipse 13:16-17)


“É óbvio que os atuais ensaios tecnológicos servirão para implantação do império do anticristo, no futuro”, alerta o bispo Edir Macedo, que diz não ter preocupação com o desenvolvimento dos chips, já que o reinado do anticristo só acontecerá depois que a Igreja for arrebatada e o Espírito Santo se retirar do mundo.


“Aqueles que se dizem cristãos e que, na verdade, não têm compromisso com o Senhor Jesus, vão ficar para trás e estarão sujeitos às perseguições implacáveis da besta. Os que agem dessa forma, juntamente com os demais incrédulos, devem estar superpreocupados, porque eles não têm a certeza da salvação. Esses, sim, terão que se submeter aos chips ou a qualquer outro sistema de controle imposto pelo anticristo”, completou.


Na história da humanidade, as guerras sempre tiveram informações desencontradas e manipulação de dados como desencadeadores do combate. Imagine então o cenário mundial com todos os seres humanos acessíveis e prontos para serem manipulados. Quem tiver seus passos monitorados estará fragilizado, pois será alvo de manipulação e não terá como escapar dos olhos do anticristo.


“Quando a besta estiver reinando em todo o mundo, sob o domínio do anticristo, ela não dará opção para as pessoas”, reforça o bispo, alertando para a importância de buscar ter um encontro com Deus enquanto é tempo. A Bíblia ensina que “O mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém.” (2Tessalonicenses 2:7) O “mistério da iniquidade” já é a besta. “Aquele que o detém” é o Espírito Santo. O nascido de Deus não tem do que se preocupar, mas quem não tem certeza de sua salvação, deve encarar os recentes avanços como um alerta de que não há mais tempo a perder


Fonte: Folha Universal

redacao@folhauniversal.com.br'

Que Deus nos oriente,na Fé!!

As Festas Juninas e suas simbologias

Eu já havia escrito aqui antes que vivemos num país onde predomina a idolatria, O Brasil idolatra um ídolo por dia, e o mês de junho é recheado de festividades. Depois do Dia dos Namorados, a festa é de Santo Antônio (conhecido popularmente como o santo casamenteiro), São João e São Pedro.

Existem algumas teorias acerca da cultura e da origem das Festas Juninas, como são chamadas. A primeira refere-se ao fato de acontecerem no mês de junho, daí a razão de junina. A segunda explica que, por serem originárias de países católicos europeus, as festas seriam uma homenagem a São João (Batista). No entanto, no mês de junho, pelo menos três santos católicos são homenageados: além de São João (comemorado no dia 24), Santo Antônio (comemorado em 13) e São Pedro (comemorado no dia 29) também são celebrados.

Existem pessoas se convertem a cristo mas ainda assim participam destas festas,comem seus quitutes,parecem não terem conhecimento da palavra de Deus. Hoje em dia tem até igrejas ditas cristãs que promovem o "Arraiá Gospel". O povo de Deus não pode compactuar com isso gente! Não participe desta idéia tão comum em nossos dias. A igreja deve transformar o mundo o mundo não pode transformar a igreja.

Veja o perigo e o significado dos artifícios destas festas


Apesar dos grandes riscos de incêndio, as Festas Juninas são marcadas por fogueiras e balões. Outros itens presentes na tradição são a quadrilha, o pau-de-sebo, o casamento caipira, o fogo, as simpatias, a lavagem dos santos e as comidas típicas.

Fogueira: Segundo a tradição, é considerada um símbolo de reunião entre amigos e familiares, além de simbolizar a purificação; serve de proteção contra espíritos, homenageia e agradece aos deuses;

Balões: São uma oferta aos céus, cujo propósito é realizar ou agradecer pela realização de pedidos;

Fogos: A crença popular diz que o som produzido pelos fogos de artifício serve para espantar espíritos maus e para acordar São João para a festa;

Casamento caipira: É uma celebração típica, em que a noiva engravida antes de casar-se. O noivo, bêbado, por sua vez, tenta fugir do compromisso, mas é impedido pelo delegado, que o obriga a se casar;

Quadrilha: Esta tradição é de origem inglesa, mas, na França, recebeu o nome de quadrille. Ela foi trazida ao Brasil através dos portugueses e significa o agradecimento aos santos pelas boas colheitas;

Lavagem dos santos: neste episódio, as bandeiras, simbolizadas pelas bandeirinhas, são mergulhadas em água, significando purificação em todo o ambiente da festa;

Simpatias: Principalmente para trazer sorte no amor. Nesta tradição, a imagem do santo (Antônio) recebe castigos até que a pessoa encontre o seu amor.

A palavra grega é koinonikos, alguém que compartilha é sócio companheiro participante parceiro, não seja parceiro destes. Se você compartilha você é igual, não há diferença em você, isso é Bíblico não podemos partilhar da mesa de Deus e da mesa dos demônios.

Ídolos podem ser deste imagens de gesso,pedra,metal,madeira..,como pode ser também uma imagem refletida num espelho ou na água ou mesmo uma idéia na mente, Narciso um dos deuses da mitologia grega morreu adorando sua imagem refletida na água.

Os judeus desdenhavam dos adoradores de imagem, pois sabiam que estavam condenados a morte. O homem tem a imagem de Deus, Iakob, não a imagem feita por mãos de pessoas, a imagem de Deus foi produzida no homem pelo próprio Deus.

Os ídolos são bdelygmata, ”abominações” por detrás existem deimonia (demônio).

Por isso o cristão ao se voltar para eles atrai para si a ira de Deus.O que Paulo diz é que nós partilhamos da comunhão com Cristo e isso basta para nós não devemos ter nenhum tipo de comunhão com imagens e ídolos pois assim teremos comunhão com o demônio.

A Bíblia não faz referências sobre festividades que envolvam santos. Nem mesmo o Natal é referido. Muitas festas e datas comemorativas celebradas no País são de origem pagã, trazidas para agradecer aos deuses por uma suposta colheita bem-sucedida ou pela realização de pedidos.

Apesar de ser uma celebração cultural e uma tradição que vem desde a chegada dos portugueses, as Festas Juninas trazem o perigo de desviar o foco da fé bíblica e racional para uma fé emotiva, cujo teor é o imaginário popular, a crendice e o folclore.

Além disso, mesmo considerada uma festa cristã, o cristianismo em si celebra a fé em Jesus Cristo, nas Suas promessas e na certeza de que somente Ele tem o poder de curar, abençoar e realizar os sonhos de qualquer pessoa que deposite nEle sua inteira confiança.

Aqueles que comem as coisas oferecidas em sacrifícios tomam parte juntos no sacrifício que é oferecido a Deus no altar. O que é que eu quero dizer com isso? Que o ídolo ou o alimento que é oferecido a ele tem algum valor? É claro que não! O que estou dizendo é que aquilo que é sacrificado nos altares pagãos é oferecido aos demônios e não a Deus. E eu não quero que vocês tomem parte nas coisas dos demônios. Vocês não podem beber do cálice do Senhor e também do cálice dos demônios. Vocês não podem comer na mesa do Senhor e também na mesa dos demônios. Ou será que queremos provocar o Senhor, fazendo com que ele fique com ciúmes?"(1Cor. 10. 15-22)

No livro de "Sabedoria" um dos "livros apócrifos" encontrado na versão católica da Bíblia Sagrada mas especificamente no capitulo 13 entre os versos 10 e 19 mostra um tratado de Ética recomendando a sabedoria e a retidão, e condenando a Iniqüidade e a idolatria. A passagem salienta o pecado e a loucura da adoração das imagens, lembram as passagens que sobre o mesmo assunto se encontram nos Salmos e em Isaías (compare: Sabedoria 13.11-19, com Salmos 95; 135.15-18 e Isaias 40.19-25; 44.9-20). é de se revoltar ver que a igreja romana adotou um livro como esse a ainda se rende a prostituição espiritual que é a idolatria.

O referido texto diz : "Mas são desgraçados e esperam em mortos, aqueles que chamaram de deuses a obras de mãos humanas: o ouro, a prata, artisticamente trabalhados, figuras de animais, alguma pedra inútil, a que, outrora, certa mão deu forma. Um carpinteiro, por exemplo, serra uma árvore fácil de manejar. Depois lhe tira cuidadosamente toda a casca, trabalha a madeira com habilidade e fabrica um móvel, útil para as necessidades da vida. Terminado o trabalho, ele recolhe as sobras da madeira, as emprega para preparar a comida, e se farta. Da sobra de tudo, que não serve para nada, madeira retorcida e cheia de nós, ele a pega e a esculpe nos momentos de lazer. Para se distrair, modela a madeira com capricho, e lhe dá o formato de um homem, ou então a forma de algum animal desprezível. Depois pinta o ídolo de vermelho e cobre de massa todos os seus defeitos. A seguir, prepara-lhe um nicho digno dele, e o coloca na parede, prendendo-o com um prego. Toma esses cuidados para que não caia, sabendo que o ídolo não pode cuidar de si mesmo: é apenas uma imagem, e precisa de ajuda. Entretanto, logo em seguida lhe dirige orações por seus bens, casamento e filhos, sem se envergonhar de ficar falando com uma coisa sem vida. Para a saúde, invoca o que é frágil. Para a vida, faz súplicas àquilo que é morto. Para um auxílio, pede ajuda àquilo que não tem experiência. Para uma viagem, dirige-se a quem não pode dar um passo. Para seus negócios, trabalhos e sucesso nos empreendimentos, pede forças a quem não tem força nenhuma nas mãos". O diabo tem o poder de cegar o entendimento da pessoa a esse ponto, seja vigilante.

"Na verdade pareceu bem ao Espírito Santo e a nós, não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias: Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá".(Atos 15:28-29)


Concluindo somos um povo separado para servir somente a Deus,aquilo que Deus não aprova nós também não podemos aprovar,temos que pensar como Cristo pensaria,temos que agir como Cristo agiria,em Israel havia idolatria mas Cristo nunca participou destas coisas,as festas que Ele freqüentava era festa de dedicação no templo e casamento de amigos.sejamos como o Senhor,busquemos viver como o Senhor em nome de Jesus.

Que Deus nos oriente,na Fé!
Ah!! se você gostou do blog fale com outras pessoas sobre ele.
Ajude-nos a divulgar JESUS SEM HERESIAS !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...