IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

O Direito de Primogenitura

O Direito de Primogenitura

Posted using ShareThis

O Direito de Primogenitura

O Direito de Primogenitura

Posted using ShareThis

O INFERNO NÃO É O PIOR

Para aqueles cuja visão se limita apenas às conquistas materiais,à fama ou a glória deste mundo,não resta a menor dúvida que sofrerão o dano da segunda morte.Eis aí algumas questoes a serem consideradas com respeito à eternidade: (Mt.24.06;Lc21.10-12;Mt.24.36;Apo.1.3).

o que é inferno?
Ao contrário do que muita gente pensa,o inferno não é o destino final dos perdidos,mas um lugar intermediario.Podemos chama-lo de "sala de espera",pois é lá que os perdidos ficam aguardando o dia em que serão ressuscitados para serem julgados perante o Grande Trono Branco (apo.20.5-15).

o que diz a biblia sobre o inferno ?
Ela diz que é um lugar de tormentos costantes (lc.16.22-23)
o que acontece quando a pessoa convertida morre?
sua alma é imediatamente coduzida por anjos ao pariso.(Lc16.22 e 23.43:2 Cor.12.4)

o que acontece quando morre o impio?
sua alma vai direto para o inferno(Lc.16.22,23 Hb.9.27)
o que é a segunda morte?
A segunda morte é a morte que não morre.De acordo com o texto sagrado,a segunda morte é o lago de fogo e enxofre,isto é ,o lugar onde haverá choro e ranger de dentes por parte dos que ali estiverem por toda a eternidade(Apo.20.14).

Quem será lançado no lago de fogo e enxofre?
O diabo,a besta,o falso profeta(Apo.20.10),a morte,oinferno(Apo.20.14) e todas as pessoas cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida.
O que significa a expressão " choro e ranger de dentes"?
O único a falar em choro e ranger de dentes foi o próprio Senhor Jesus .Ele sitou esta expressão 7 veses.
considerando o número 7 como o número da perfeição,pode ser que isso represente a perfeição dos tormentos eternos.Certa ocasião o Senhor Jesus disse:"...e os lançaram na fornalha acesa;ali haverá choro e ranger de dentes"(Mt. 13.42).

Qual a diferença entre o inferno e o lago de fogo?
Como já dissemos o inferno é a ante-sala do lago de fogo e enxofre.A entrada no inferno é automática,enquanto que a entrada no lago de fogo se dará após o julgamento final dos que se encontrarem no inferno.
Após a condenação,eles seram laçados no lago de fogo e enxofre da mesma forma como se lança o lixo fora.
Verifique os versículos:(Mt.8.12; 13.42,50; 22.13; 24.51; 25.30; Lc.13:28).

Quem é o vencedor?
"O vencedor de nenhum modo sofrerá o dano da segunda morte".(Apo.2.11).Aqui o vencedor não se refere aqueles que conquistam o sucesso econômico,mas,sim, a vida eterna.Doutra feita,Ele disse que o reino de Deus é tomado por esforço, isto é,a vida eterna é alcançada por uma luta renhida entre a fé cristã eo reino das trevas(Mt.11.12).Os covardes,por exmplo,não tem codições de vencer, pois o medo de perder o pouco que tem os impede de confrontar o mal (Apo.21.8).Sabemos que a vitória não acontece sem guerra.E é a vitória nessa guerra espiritual que garante o título de vencedor,com direito a coroa da Vida.
O vencedor ,então ,m é aquele que vence as tentações,vence a si mesmo enfim vence o mundo da mesma forma como o Senhor Jesus venceu.

como podemos estar seguros aqui na terra de que sofreremos o dano da tortura eterna?
Somente quando nascemos da água e do Espirito Santo!(Mc.16.16;Jo.3.6;Rm.8.13)
Mas o que fazer para se nacer da água e do Espirito?
Tem de querer isso acima dew tudo no mundo; acima dos entes queridos ,acima dos bens materiais,acima de si mesmo.Efim tem de renunciar a sua própria vida!
Deus tenha compaixão daqueles cujos nomes não estão escritos no Livro Da Vida!

Deus te orinte,na fé!

O INFERNO NÃO É O PIOR

Para aqueles cuja visão se limita apenas às conquistas materiais,à fama ou a glória deste mundo,não resta a menor dúvida que sofrerão o dano da segunda morte.Eis aí algumas questoes a serem consideradas com respeito à eternidade: (Mt.24.06;Lc21.10-12;Mt.24.36;Apo.1.3).
o que é inferno?
Ao contrário do que muita gente pensa,o inferno não é o destino final dos perdidos,mas um lugar intermediario.Podemos chama-lo de "sala de espera",pois é lá que os perdidos ficam aguardando o dia em que serão ressuscitados para serem julgados perante o Grande Trono Branco (apo.20.5-15).
o que diz a biblia sobre o inferno ?
Ela diz que é um lugar de tormentos costantes (lc.16.22-23)
o que acontece quando a pessoa convertida morre?
sua alma é imediatamente coduzida por anjos ao pariso.(Lc16.22 e 23.43:2 Cor.12.4)
o que acontece quando morre o impio?
sua alma vai direto para o inferno(Lc.16.22,23 Hb.9.27)
o que é a segunda morte?
A segunda morte é a morte que não morre.De acordo com o texto sagrado,a segunda morte é o lago de fogo e enxofre,isto é ,o lugar onde haverá choro e ranger de dentes por parte dos que ali estiverem por toda a eternidade(Apo.20.14).
Quem será lançado no lago de fogo e enxofre?
O diabo,a besta,o falso profeta(Apo.20.10),a morte,oinferno(Apo.20.14) e todas as pessoas cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida.
O que significa a expressão " choro e ranger de dentes"?
O único a falar em choro e ranger de dentes foi o próprio Senhor Jesus .Ele sitou esta expressão 7 veses.
considerando o número 7 como o número da perfeição,pode ser que isso represente a perfeição dos tormentos eternos.Certa ocasião o Senhor Jesus disse:"...e os lançaram na fornalha acesa;ali haverá choro e ranger de dentes"(Mt. 13.42).
Qual a diferença entre o inferno e o lago de fogo?
Como já dissemos o inferno é a ante-sala do lago de fogo e enxofre.A entrada no inferno é automática,enquanto que a entrada no lago de fogo se dará após o julgamento final dos que se encontrarem no inferno.
Após a condenação,eles seram laçados no lago de fogo e enxofre da mesma forma como se lança o lixo fora.
Verifique os versículos:(Mt.8.12; 13.42,50; 22.13; 24.51; 25.30; Lc.13:28).
Quem é o vencedor?
"O vencedor de nenhum modo sofrerá o dano da segunda morte".(Apo.2.11).Aqui o vencedor não se refere aqueles que conquistam o sucesso econômico,mas,sim, a vida eterna.Doutra feita,Ele disse que o reino de Deus é tomado por esforço, isto é,a vida eterna é alcançada por uma luta renhida entre a fé cristã eo reino das trevas(Mt.11.12).Os covardes,por exmplo,não tem codições de vencer, pois o medo de perder o pouco que tem os impede de confrontar o mal (Apo.21.8).Sabemos que a vitória não acontece sem guerra.E é a vitória nessa guerra espiritual que garante o título de vencedor,com direito a coroa da Vida.
O vencedor ,então ,m é aquele que vence as tentações,vence a si mesmo enfim vence o mundo da mesma forma como o Senhor Jesus venceu.
como podemos estar seguros aqui na terra de que sofreremos o dano da tortura eterna?
Somente quando nascemos da água e do Espirito Santo!(Mc.16.16;Jo.3.6;Rm.8.13)
Mas o que fazer para se nacer da água e do Espirito?
Tem de querer isso acima dew tudo no mundo; acima dos entes queridos ,acima dos bens materiais,acima de si mesmo.Efim tem de renunciar a sua própria vida!
Deus tenha compaixão daqueles cujos nomes não estão escritos no Livro Da Vida!

Deus te orinte,na fé!

Para 2010 ser 10 só depende de você

Tudo o que queremos de Deus para 2010,seja em relação a vida espiritual ,familiar,saúde, proficional,sentimental ou financeira, depende de nós ,da nossa própria fé NELE e no que queremos.
É preciso colocar em prática toda a capacidade teorica que possuimos.
Se trabalharmos com "certeza" colheremos vitórias se dermos créditos as dúvidas colheremos derrótas.
Aquele que não arrisca não pode jamais saber se conquistaria algo ou não.
Não se desanime diante de uma desventura mas tenha certesa que vai conquistar o que quér.
Pois tudo isto requer mais ação,vigor,entrega e determinação.
A certesa é algo abstrato mas os efeitos são concretos.
Lembre-se que Deus nunca fara nada por nós,enquanto não dermos o primeiro passo em relação aquilo que queremos.
Trace uma meta e vá até o fim em busca do que quer sem se distrair no caminho e muito menos voltar a traz.
Medite: (heb.10. 38,39).""... o meu justo viverá pela fé:e:se retroceder,nele não se compraz a minha alma. Nós,porem, não somos dos que retrocedem...""
Feliz 2010!
Deus te oriente, na fé !

Para 2010 ser 10 só depende de você

Tudo o que queremos de Deus para 2010,seja em relação a vida espiritual ,familiar,saúde, proficional,sentimental ou financeira, depende de nós ,da nossa própria fé NELE e no que queremos.
É preciso colocar em prática toda a capacidade teorica que possuimos.
Se trabalharmos com "certeza" colheremos vitórias se dermos créditos as dúvidas colheremos derrótas.
Aquele que não arrisca não pode jamais saber se conquistaria algo ou não.
Não se desanime diante de uma desventura mas tenha certesa que vai conquistar o que quér.
Pois tudo isto requer mais ação,vigor,entrega e determinação.
A certesa é algo abstrato mas os efeitos são concretos.
Lembre-se que Deus nunca fara nada por nós,enquanto não dermos o primeiro passo em relação aquilo que queremos.
Trace uma meta e vá até o fim em busca do que quer sem se distrair no caminho e muito menos voltar a traz.
Medite: (heb.10. 38,39).""... o meu justo viverá pela fé:e:se retroceder,nele não se compraz a minha alma. Nós,porem, não somos dos que retrocedem...""
Feliz 2010!
Deus te oriente, na fé !

O profeta velho e o homem de Deus

Profeta Velho x Homem de Deus

O Profeta Velho, diz conheçer toda a escritura sagrada.
O Homem de Deus, vive pela Fé as palavras contidas na escritura sagrada.
O Velho Profeta, relembra seu passado para se impor no presente.
O Homem de Deus, vive com temor o presente para garantir seu futuro.
O Profeta Velho, ouve em seu coração a voz do seu "eu",
baseado em sua sabedoria.
O Homem de Deus, houve a voz do Espírito Santo,
pela dependência de Sua direção.
O Profeta Velho, tem o olhar de malícia.
O Homem de Deus, tem a pureza da misericórdia.
O Profeta Velho, vive uma rotina no seu dia-a-dia.
O Homem de Deus, vive a diferença pelo seu novo coração.

O profeta velho e o homem de Deus

Profeta Velho x Homem de Deus

O Profeta Velho, diz conheçer toda a escritura sagrada.
O Homem de Deus, vive pela Fé as palavras contidas na escritura sagrada.
O Velho Profeta, relembra seu passado para se impor no presente.
O Homem de Deus, vive com temor o presente para garantir seu futuro.
O Profeta Velho, ouve em seu coração a voz do seu "eu",
baseado em sua sabedoria.
O Homem de Deus, houve a voz do Espírito Santo,
pela dependência de Sua direção.
O Profeta Velho, tem o olhar de malícia.
O Homem de Deus, tem a pureza da misericórdia.
O Profeta Velho, vive uma rotina no seu dia-a-dia.
O Homem de Deus, vive a diferença pelo seu novo coração.

Fé e ação trabalham juntas

O primeiro trabalho conjunto entre Deus e o ser humano aconteceu logo no
início da criação: ?Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todos
os animais do campo e todas as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para
ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a todos os seres
viventes, esse seria o nome deles.? (Gênesis 2.19). A partir daí, nunca
mais o Senhor realizou qualquer feito na Terra sem a participação da Sua
criatura.

Pode-se notar em todos os milagres bíblicos a participação conjunta de
Deus com o ser humano. Vejamos: Noé construiu a arca, Deus enviou o
dilúvio; Abraão obedeceu à Sua Palavra e Ele o abençoou todos os dias de
sua vida; Jacó trabalhou duro e o Senhor o prosperou e o tornou mais
rico que seu patrão. José não negou sua fé nem sua fidelidade a Deus, e
o Senhor o elevou de escravo a governador; Moisés estendeu o cajado e
Deus abriu o Mar Vermelho; Josué rodeou as muralhas de Jericó 13 vezes e
o Senhor as derrubou e, quando ordenou que o Sol e a Lua ficassem
retidos, o Senhor honrou sua fé. Davi enfrentou Golias e o Senhor lhe
deu a vitória; Daniel manteve sua fidelidade a Deus e o Senhor o livrou
dos leões. O cego clamou e o Senhor Jesus o ouviu; Pedro usou o nome de
Jesus e o coxo ficou curado...

É tremendamente importante para o cristão ter consciência de que é um
parceiro de Deus aqui na Terra. O apóstolo Paulo, pelo Espírito Santo,
afirma: ?Porque de Deus somos cooperadores...? (1 Coríntios 3.9). Não se
trata de ser apenas um servo, mas um servo-parceiro. Em termos práticos,
isso significa dizer que qualquer ação de Deus na Terra tem de ter a
cooperação humana.

A falta desse discernimento, por parte da maioria cristã, tem-na feito
miserável neste mundo, mesmo crendo no Deus de Abraão, de Isaque e de
Israel, pois ela tem esperado que Deus mude sua vida num ?passe de
mágica?, e isso jamais vai acontecer. Ele nos dá condições de fazer a
nossa parte e espera que nós a realizemos, porém jamais Ele irá fazer a
nossa parte!

O cristão tem de saber que viver pela fé é agir com a certeza de Deus no
coração. Deus capacitou Josué para entrar na Terra Prometida, desalojar
seus moradores intrusos e habitar nela. Não foi Deus quem venceu os
cananeus, mas, sim, Josué! Quer dizer: a parceria entre Deus e Josué fez
os filhos de Israel tomarem posse daquela terra. A maioria dos cristãos
pensa errado em relação aos milagres divinos; por isso, fica vivendo uma
vida amarrada, esperando a ?mágica? divina. O fato de ser fiel à igreja
e manter uma vida condizente com a fé cristã não é suficiente para que
se tome posse dos benefícios da fé.*É preciso tomar atitudes, seguindo o
exemplo do Calvário de negar a si mesmo, agir a fé e praticar a certeza
que se tem no coração, do contrário, nada acontecerá.*

O Senhor Jesus é o Autor e Consumador da fé; é Ele, através do Seu
Espírito, quem nos dá a fé, mas a ação e a atitude têm que partir de nós.

Basicamente, essa é a parceria entre o Senhor e o servo. Deus nos dá a
certeza e espera que a usemos; caso contrário, Ele não poderá fazer
nada. Por exemplo: Ele nos dá a certeza do Seu perdão se confessarmos
nossos pecados. Tudo o que temos de fazer é confessá-los. Mas se
continuarmos esperando Seu perdão sem nossa confissão, não alcançaremos
o perdão.

A pessoa recebe a fé de Deus, mas tem de colocá-la em ação; do
contrário, nada será feito. Quando o Espírito afirma que somos
cooperadores de Deus, significa dizer que somos parceiros d?Ele, tanto
nas conquistas pessoais quanto na administração deste mundo. Para tanto,
Ele nos deu o domínio sobre toda a Terra (Gênesis 1.26). Este é um fato
incontestável. Mas, se não usamos a autoridade conferida por Ele, isso é
outro problema.Não adianta ficarmos esperando Deus fazer o que é nossa
obrigação fazer. Em toda a Bíblia, vemos a necessidade da sociedade do
homem na realização dos Seus milagres. Trata-se de uma condição
determinada pelo Senhor desde a criação. O povo de Deus tem de se
conscientizar disso, a fim de não ficar à toa, esperando as promessas
divinas caírem do Céu.

Fé e ação trabalham juntas

O primeiro trabalho conjunto entre Deus e o ser humano aconteceu logo no
início da criação: ?Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todos
os animais do campo e todas as aves dos céus, trouxe-os ao homem, para
ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a todos os seres
viventes, esse seria o nome deles.? (Gênesis 2.19). A partir daí, nunca
mais o Senhor realizou qualquer feito na Terra sem a participação da Sua
criatura.

Pode-se notar em todos os milagres bíblicos a participação conjunta de
Deus com o ser humano. Vejamos: Noé construiu a arca, Deus enviou o
dilúvio; Abraão obedeceu à Sua Palavra e Ele o abençoou todos os dias de
sua vida; Jacó trabalhou duro e o Senhor o prosperou e o tornou mais
rico que seu patrão. José não negou sua fé nem sua fidelidade a Deus, e
o Senhor o elevou de escravo a governador; Moisés estendeu o cajado e
Deus abriu o Mar Vermelho; Josué rodeou as muralhas de Jericó 13 vezes e
o Senhor as derrubou e, quando ordenou que o Sol e a Lua ficassem
retidos, o Senhor honrou sua fé. Davi enfrentou Golias e o Senhor lhe
deu a vitória; Daniel manteve sua fidelidade a Deus e o Senhor o livrou
dos leões. O cego clamou e o Senhor Jesus o ouviu; Pedro usou o nome de
Jesus e o coxo ficou curado...

É tremendamente importante para o cristão ter consciência de que é um
parceiro de Deus aqui na Terra. O apóstolo Paulo, pelo Espírito Santo,
afirma: ?Porque de Deus somos cooperadores...? (1 Coríntios 3.9). Não se
trata de ser apenas um servo, mas um servo-parceiro. Em termos práticos,
isso significa dizer que qualquer ação de Deus na Terra tem de ter a
cooperação humana.

A falta desse discernimento, por parte da maioria cristã, tem-na feito
miserável neste mundo, mesmo crendo no Deus de Abraão, de Isaque e de
Israel, pois ela tem esperado que Deus mude sua vida num ?passe de
mágica?, e isso jamais vai acontecer. Ele nos dá condições de fazer a
nossa parte e espera que nós a realizemos, porém jamais Ele irá fazer a
nossa parte!

O cristão tem de saber que viver pela fé é agir com a certeza de Deus no
coração. Deus capacitou Josué para entrar na Terra Prometida, desalojar
seus moradores intrusos e habitar nela. Não foi Deus quem venceu os
cananeus, mas, sim, Josué! Quer dizer: a parceria entre Deus e Josué fez
os filhos de Israel tomarem posse daquela terra. A maioria dos cristãos
pensa errado em relação aos milagres divinos; por isso, fica vivendo uma
vida amarrada, esperando a ?mágica? divina. O fato de ser fiel à igreja
e manter uma vida condizente com a fé cristã não é suficiente para que
se tome posse dos benefícios da fé.*É preciso tomar atitudes, seguindo o
exemplo do Calvário de negar a si mesmo, agir a fé e praticar a certeza
que se tem no coração, do contrário, nada acontecerá.*

O Senhor Jesus é o Autor e Consumador da fé; é Ele, através do Seu
Espírito, quem nos dá a fé, mas a ação e a atitude têm que partir de nós.

Basicamente, essa é a parceria entre o Senhor e o servo. Deus nos dá a
certeza e espera que a usemos; caso contrário, Ele não poderá fazer
nada. Por exemplo: Ele nos dá a certeza do Seu perdão se confessarmos
nossos pecados. Tudo o que temos de fazer é confessá-los. Mas se
continuarmos esperando Seu perdão sem nossa confissão, não alcançaremos
o perdão.

A pessoa recebe a fé de Deus, mas tem de colocá-la em ação; do
contrário, nada será feito. Quando o Espírito afirma que somos
cooperadores de Deus, significa dizer que somos parceiros d?Ele, tanto
nas conquistas pessoais quanto na administração deste mundo. Para tanto,
Ele nos deu o domínio sobre toda a Terra (Gênesis 1.26). Este é um fato
incontestável. Mas, se não usamos a autoridade conferida por Ele, isso é
outro problema.Não adianta ficarmos esperando Deus fazer o que é nossa
obrigação fazer. Em toda a Bíblia, vemos a necessidade da sociedade do
homem na realização dos Seus milagres. Trata-se de uma condição
determinada pelo Senhor desde a criação. O povo de Deus tem de se
conscientizar disso, a fim de não ficar à toa, esperando as promessas
divinas caírem do Céu.

Fugindo da aparência do mal

O cristão, hoje, vive o que se pode chamar de ?tempos difíceis?. O lixo do mundo insiste em invadir as muralhas da igreja. Muitas vezes as qualificações militares estratégicas de satanás têm prevalecido por conta da displicência do cristão.

Há momentos em que o perigo se apresenta mais intenso e invisível do que possa parecer. A invasão de satanás nas igrejas chega sorrateiramente com as modas sensuais, o exibicionismo, a desobediência secreta e tantas outras formas de se imitar os comportamentos e costumes do mundo.

Está tudo bem perto e o cristão faz vista grossa achando que não é com ele, e que, afinal, ... não pode ser fanático, precisa ter ?temperança? e ?equilíbrio?. Ora, satanás, quando falou com Jesus, foi dentro da Palavra. E continua falando hoje com os servos de Deus dessa forma:DENTRO DA PALAVRA.

Qualquer um que não estiver bastante atento ou não tiver por trás uma cobertura de oração cai mesmo. A aparência do mal, citada em 1 Ts 5.22, é multiforme, está mais perto do que o homem possa imaginar.

É preciso vigiar muito, pois os falsos ensinamentos e as novas formas de conduta cristã explodem como pipoca na panela quente. Elas estão por toda a parte, inclusive dentro de igrejas, e muitas pessoas que se acham fazendo tudo certo, estão sendo enganadas e atraídas por um modismo altamente diabólico. Por mais absurdo e redundante que pareça, é dentro do ambiente evangélico que o vigiar precisa ser dobrado. O diabo sabe que é perda de tempo tentar atrair o cristão verdadeiro com o brilho do mundo secular. O seu foco maior vai se concentrar em usar a própria Palavra de Deus para atrair servos, pois ele sabe que é no ambiente da fé que há pouca vigília.

Isso não significa dizer que as pessoas tenham que ficar desconfiando umas das outras. O cristão precisa ser esperto e por à prova, sim, tudo aquilo que esteja saindo da visão da santidade de Deus. Mesmo que,aparentemente, uma coisa pareça ser santa, muitas vezes não é. Por essa razão Deus nos ensina a pôr o espírito à prova. A Palavra de Deus é sim, sim, e não, não. O que passar disso provém do maligno (Mt 5.37). Isso não é fanatismo, é um mandamento da boca do próprio Deus.

Existem inúmeros canais de mídia evangélica que visam a um conteúdo de ótica ?liberal?, de viver no mundo atual. Muitos desses periódicos apresentam formas bonitas e justificáveis, onde o risco de fusão com o mundo fica camuflado.

Uma coisa é certa: quaisquer argumentos que procuram justificar a associação da igreja de Jesus com o mundo, põe em risco os verdadeiros ideais cristãos. Há muitas formas de levar o Evangelho ao homem, mas quando a estratégia usada por algum motivo falha, a verdade da Bíblia fica comprometida e as concessões e compensações transformam o Evangelho numa literatura insuficiente, com resquícios do antigo estilo de vida pecadora. Sua aparência, por mais que pareça real, apenas remenda a veste, mas não lava.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Fugindo da aparência do mal

O cristão, hoje, vive o que se pode chamar de ?tempos difíceis?. O lixo
do mundo insiste em invadir as muralhas da igreja. Muitas vezes as
qualificações militares estratégicas de satanás têm prevalecido por
conta da displicência do cristão.

Há momentos em que o perigo se apresenta mais intenso e invisível do que
possa parecer. A invasão de satanás nas igrejas chega sorrateiramente
com as modas sensuais, o exibicionismo, a desobediência secreta e tantas
outras formas de se imitar os comportamentos e costumes do mundo.

Está tudo bem perto e o cristão faz vista grossa achando que não é com
ele, e que, afinal, ... não pode ser fanático, precisa ter ?temperança?
e ?equilíbrio?. Ora, satanás, quando falou com Jesus, foi dentro da
Palavra. E continua falando hoje com os servos de Deus dessa forma:
DENTRO DA PALAVRA.

Qualquer um que não estiver bastante atento ou não tiver por trás uma
cobertura de oração cai mesmo. A aparência do mal, citada em 1 Ts 5.22,
é multiforme, está mais perto do que o homem possa imaginar.

É preciso vigiar muito, pois os falsos ensinamentos e as novas formas de
conduta cristã explodem como pipoca na panela quente. Elas estão por
toda a parte, inclusive dentro de igrejas, e muitas pessoas que se acham
fazendo tudo certo, estão sendo enganadas e atraídas por um modismo
altamente diabólico.
Por mais absurdo e redundante que pareça, é dentro do ambiente
evangélico que o vigiar precisa ser dobrado. O diabo sabe que é perda de
tempo tentar atrair o cristão verdadeiro com o brilho do mundo secular.
O seu foco maior vai se concentrar em usar a própria Palavra de Deus
para atrair servos, pois ele sabe que é no ambiente da fé que há pouca
vigília.

Isso não significa dizer que as pessoas tenham que ficar desconfiando
umas das outras. O cristão precisa ser esperto e por à prova, sim, tudo
aquilo que esteja saindo da visão da santidade de Deus. Mesmo que,
aparentemente, uma coisa pareça ser santa, muitas vezes não é. Por essa
razão Deus nos ensina a pôr o espírito à prova. A Palavra de Deus é sim,
sim, e não, não. O que passar disso provém do maligno (Mt 5.37). Isso
não é fanatismo, é um mandamento da boca do próprio Deus.

Existem inúmeros canais de mídia evangélica que visam a um conteúdo de
ótica ?liberal?, de viver no mundo atual. Muitos desses periódicos
apresentam formas bonitas e justificáveis, onde o risco de fusão com o
mundo fica camuflado.

Uma coisa é certa: quaisquer argumentos que procuram justificar a
associação da igreja de Jesus com o mundo, põe em risco os verdadeiros
ideais cristãos. Há muitas formas de levar o Evangelho ao homem, mas
quando a estratégia usada por algum motivo falha, a verdade da Bíblia
fica comprometida e as concessões e compensações transformam o Evangelho
numa literatura insuficiente, com resquícios do antigo estilo de vida
pecadora. Sua aparência, por mais que pareça real, apenas remenda a
veste, mas não lava.

o homem que tem muitos amigos


Há amigo mais chegado do que um irmão
Prove suas amizades e tempere seus sentimentos

No livro de Provérbios 18:24, a Bíblia diz: que o homem que tem muitos
amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão.

Um amigo justo é canal de bênção e traz favor de Deus, pois encoraja a
um estilo de vida santo. Mas um amigo ímpio pode ser um laço para atrair
toda espécie de mal. A amizade aqui se refere a uma pessoa querida com
quem se compartilha momentos de amizade. Alguém em quem se confia
naturalmente.

O homem vive em um mundo onde precisa e deve se comunicar e partilhar o
amor de Deus com todas as pessoas. O círculo de amigos, porém, precisa
ser bem analisado. É com os amigos que muitas coisas são discutidas. É
com eles que há segurança em abrir o coração.

A Bíblia relata que um rei com o nome de Jeosafá era um homem justo, que
governou Judá quando o reino de Israel foi dividido. O coração deste
homem estava posto completamente em Deus, e ele foi abençoado e honrado
acima de todos os outros de sua geração: /E o Senhor era com Jeosafá;
porque andou nos primeiros caminhos de Davi seu pai.../ (2 Crônicas
17:3). A Palavra de Deus diz, porém, que Jeosafá desenvolveu afinidade
com Acabe, um rei mau que governava o reino do norte de Israel: /Tinha,
pois, Jeosafá riquezas e glória em abundância, e aparentou-se com
Acabe./ (18:1). A Bíblia diz de Acabe: /...(ele) fez muito mais para
irritar ao Senhor Deus de Israel, do que todos os reis de Israel que
foram antes dele./ (I Reis 16:33)

Enviados de satanás para destruir o justo

Observe que Jeosafá era da linhagem de Davi, e satanás já vinha
trabalhando para destruir a semente de Judá; e as escrituras
profetizavam que dessa linhagem viria o Messias.

Se a pessoa a quem se considera amigo fiel faz fofoca, difama ou fala
mal de outros irmãos, é bom abrir os olhos. Em provérbios 6:16-19, a
Palavra de Deus diz: /Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua
alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue
inocente, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a
correr para o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia
contendas entre irmãos./

Se uma amizade afasta alguém de Jesus, há por traz dela todo um
investimento satânico. Um amigo verdadeiro sempre fará o outro enxergar
a Deus como prioridade de vida. Um amigo verdadeiro suporta até as
incompreensões do outro, mas falará sempre a verdade.
A valorização de uma amizade verdadeira é um dos princípios do Reino de
Deus. Jesus veio gerar amigos, não somente servos.

/Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu
senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai
vos tenho dado a conhecer./ (João 15:15)

Deus te oriente,na Fé!

o homem que tem muitos amigos

Há amigo mais chegado do que um irmão
Prove suas amizades e tempere seus sentimentos

No livro de Provérbios 18:24, a Bíblia diz: que o homem que tem muitos
amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão.

Um amigo justo é canal de bênção e traz favor de Deus, pois encoraja a
um estilo de vida santo. Mas um amigo ímpio pode ser um laço para atrair
toda espécie de mal. A amizade aqui se refere a uma pessoa querida com
quem se compartilha momentos de amizade. Alguém em quem se confia
naturalmente.

O homem vive em um mundo onde precisa e deve se comunicar e partilhar o
amor de Deus com todas as pessoas. O círculo de amigos, porém, precisa
ser bem analisado. É com os amigos que muitas coisas são discutidas. É
com eles que há segurança em abrir o coração.

A Bíblia relata que um rei com o nome de Jeosafá era um homem justo, que
governou Judá quando o reino de Israel foi dividido. O coração deste
homem estava posto completamente em Deus, e ele foi abençoado e honrado
acima de todos os outros de sua geração: /E o Senhor era com Jeosafá;
porque andou nos primeiros caminhos de Davi seu pai.../ (2 Crônicas
17:3). A Palavra de Deus diz, porém, que Jeosafá desenvolveu afinidade
com Acabe, um rei mau que governava o reino do norte de Israel: /Tinha,
pois, Jeosafá riquezas e glória em abundância, e aparentou-se com
Acabe./ (18:1). A Bíblia diz de Acabe: /...(ele) fez muito mais para
irritar ao Senhor Deus de Israel, do que todos os reis de Israel que
foram antes dele./ (I Reis 16:33)

Enviados de satanás para destruir o justo

Observe que Jeosafá era da linhagem de Davi, e satanás já vinha
trabalhando para destruir a semente de Judá; e as escrituras
profetizavam que dessa linhagem viria o Messias.

Se a pessoa a quem se considera amigo fiel faz fofoca, difama ou fala
mal de outros irmãos, é bom abrir os olhos. Em provérbios 6:16-19, a
Palavra de Deus diz: /Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua
alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue
inocente, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a
correr para o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia
contendas entre irmãos./

Se uma amizade afasta alguém de Jesus, há por traz dela todo um
investimento satânico. Um amigo verdadeiro sempre fará o outro enxergar
a Deus como prioridade de vida. Um amigo verdadeiro suporta até as
incompreensões do outro, mas falará sempre a verdade.
A valorização de uma amizade verdadeira é um dos princípios do Reino de
Deus. Jesus veio gerar amigos, não somente servos.

/Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu
senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai
vos tenho dado a conhecer./ (João 15:15)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...