IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

O tempo ; Será que usamos nosso tempo com o que mais importa?

Sem medo de estar errado digo que o tempo é a mercadoria mais preciosa do ser humano, em especial do cristão.
O tempo não dado,mas comprado. Essa idéia encontrei por trás das palavra enigmáticas de Paulo,"vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo,"(Ef.5.15,16).

Tempo é oportunidade,e ele só se torna nosso por aquisição. Há um preço a ser pago pelo seu emprego com máxima eficiência. Nosso tempo é trocado no mercado da vida por ocupações ou atividades,então aprenda a trocar seu tempo por coisas de maior valor.

O tempo é algo de que devemos prestar contas,se o usamos estrategicamente contribuímos com valor para a sociedade na época em que vivemos. Devemos desenvolver uma consciência critica no uso do tempo. Sendo um dom de Deus o tempo torna-se a nossa posse mais valiosa e não deve ser desperdiçado.

Perdemos ou remimos o tempo,e é bom lembrarmos que uma vez perdido,não será recuperado jamais. Ninguém pode economizar o tempo;ele tem que ser gasto na sua totalidade todos os dias. Também não pode ser adiado: é agora ou nunca. Se não produzimos,é irrecuperavelmente perdido.

Ao planejar nosso tempo para tirar a maior vantagem,talvez seja útil ter em mente as seguintes sugestões: A cada um foi confiado a mesma quantidade de tempo,tempo este suficiente para a relização da vontade divina para aquele dia. Deus só espera de nós o que é razoável e dentro de nossa capacidade. Nossas prioridades não deve entrar em conflito com nossos deveres óbvios.

O tempo é valioso demais pra ser gasto com questões secundárias quando os assuntos primários estão gritando por atenção. "Não tive tempo" é,sempre a confissão inconsciente de alguém que errou na escolha de suas prioridades.

Poucas coisas podem escravizar um obreiro ou um evangelista cristão consciente,mais do que o emprego do seu tempo,que parece estar sempre em carência. Então é necessário,chegarmos a um acordo com o tempo que dispomos ou trabalharemos sob tensão e pressão constantes. Afinal sempre haverá áreas não atendidas,mesmo depois de havermos feito tudo que estava em nossas forças para cumprir nossas obrigações. Nosso maior problema não é a quantidade de tempo disponível,mas o seu uso estratégico,e por isto nós é quem somos responsáveis.

Devemos contudo responder com sinceridade a pergunta: " Estou usando meu tempo com o que mais importa,ou estou dissipando parte dele em questões secundária?"

Que esteja claro que não considero questão de importância secundaria o tempo que tiramos para recreação e descontração disciplinadas. O evangelista,obreiro ou mesmo pastor cristão que faz provisão para renovar os recursos físicos e nervosos não está empenhado em futilidades. Tendo em vista que o Senhor Jesus levou os discípulos á parte para descansar e descontrair-se. Ele próprio assentou-se para descansar junto a um poço depois de uma atividade intensa. Se Ele não tivesse feito isso,teria perdido o coração da mulher necessitada. O Senhor Jesus não era um asceta pra recusar levar uma vida social normal. Ele não considerava desperdiçado o tempo gasto numa festa de casamento.

Então não é prudente deixar de tomar o devido tempo para descontração. Devemos sim estar sempre preparados para interromper nossos momentos de recreação quando os interesse do Reino o exigirem, pois"" O Reino de Deus deve estar sempre em primeiro lugar."''''

O Apostolo desafiou os coríntios,;"Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo" (1 Cor. 11.1), desafio que poucos de nós teria coragem de fazer. No uso que fez do tempo,Paulo tomou como modelo de vida o Senhor Jesus,e quanta coisa ambos encaixaram em cada um de seus dias!!
A semelhança do Mestre, paulo escolhia suas prioridades com grande cuidado,não dando tempo para as coisas secundárias. O domínio que paulo tinha do tempo pode ser medido pelo que ele realizou em sua vida. Acompanhando as extensas viagens,e tentando se ajustar em todo seu ministério quase me deixa sem folego. Isto nos mostra que se queremos ser bem-sucedidos temos que dar mais importância ao controle do tempo.

Posso até acrescentar que a vida de Paulo demonstrou que a força do caráter moral se desenvolve pela rejeição daquilo que não é importante.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos comentários são bem vindos.

Porém, se o seu comentário,conter qualquer tipo de agressão, ofensa ou desrespeito para com a Instituição Igreja Universal, para com seus líderes ou para com o autor deste blog, removeremos seu comentário sem aviso prévio.

Desde já agradeço o comentário.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...