IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

Às coisas duvidosas

Todos nós, e em especial os que se dizem cristãos,muitas vezes temos que decidir se determinado caminho [curso] é certo ou errado. E não poucas vezes o problema nem é nosso,mas é como cristãos que somos solicitados a aconselhar e orientar nesta área. Sabe amigos os escritos de Paulo nos dão diretrizes muito úteis para esse fim.

Mas o fato é que alguns fazem uso da declaração de Paulo de que "não estamos debaixo da lei, e sim da graça" (Rm.6.15) Como se isso significasse que sob o domínio beneficente da graça não houvesse mais lugar para proibições e sacrifícios da lei . Mas isso está longe de ser o caso verdadeiro. Pois o ensino claro de Paulo é que não estamos "debaixo da lei" como meio de nossa justificação,mas isso não quer dizer que podemos viver sem lei,ou que não precisamos sacrificar,ou que não há necessidade de devolver os dízimos e etc... E isso pelo simples fato de "estarmos debaixo da lei de Cristo". Veja Amigos estamos sujeitos por novos,mas não menos poderosos laços.

Será que não é um fato notável que no Novo Testamento,com uma exceção significativa aos alimentos e a lei do sábado,se repita cada um dos mandamentos da lei, mas agora com um raio de ação bem ampliado. Só um exemplo, nosso Senhor disse: Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.(Mt. 5.27-28).

O que quer dizer que estamos agora sob a lei de Cristo,sujeitos pelos laços do amor para um novo estilo de vida. A Nova Aliança não promulga um novo código de normas e regulamentos, mas simplesmente enuncia princípios que se corretamente aplicados,cobrirão cada caso. Agora aquelas implacáveis exigências "não farás... não farás" são substituídas por graciosos empreendimentos " firmarei,imprimirei,inscreverei..."(Hb. 8.10-12).

Sabe como é que podemos nos desfazer de muitas questões controversas? Se questionando e dando respostas as questões: Veja alguns exemplos :

Se eu proceder assim,me será benéfico e proveitoso?? Se se eu tomar este caminho,serei um cristão melhor e mais maduro? Sera minha vida mais proveitosa para Deus e para as pessoas ao meu redor?? É construtiva? Edifica e fortalece a igreja? leia (1Cor.10.23) Embora as coisas sejam legítimas,nem todas são de igual valor. Sempre devo eu me perguntar será que isso fortalece meu caráter cristão? ou vai me ajudar a cumprir a tarefa de edificar a igreja???

A verdade é que até as coisas lícitas podem exercer uma influencia indevida sobre nós,impedindo-nos de receber o que Deus tem de melhor para nós. Por exemplo eu gosto de ler livros,de assistir TV e de estar logado nas redes sociais. Tem algo de errado nisso? Não! Mas o fato é que uma quantidade indevida de leitura de livros seculares [mundano,que não pertence a ordem religiosa]ou tempo excessivo diante da TV ou do PC,podem tirar meu apetite pela Palavra de Deus. Então temos que escolher com cuidado as nossas prioridades,mesmo se tratando das coisas lícitas.

Uma outra questão que é sempre importante você fazer: Isso vai me fortalecer contra a tentação??
Porque não adianta nada eu orar,dizendo:"não nos deixes cair em tentação", se voluntariamente eu corro pra ela. Devemos renunciar tudo que tende a tornar o pecado menos pecaminoso ou mais fácil de se cometer.
Isso não se aplica apenas à lascívia. Algumas coisa podem até ser intelectuais e belas,mas se a busca de tais coisas diminui nossa visão espiritual ou embaraça-nos a corrida ,são pesos que devemos por de lado."Desembaraçando-nos de todo peso" (Hb.12.1).

Muito embora vivamos num ambiente diferente,os problemas que os cristãos de Roma se defrontavam não se diferem essencialmente dos que enfrentamos hoje. Então o conselho de paulo nessas áreas é sobremodo atual,e se aceitamos os princípios que ele enuncia e atuarmos de acordo,seremos levados a uma nova e jubilosa liberdade.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Um comentário:

  1. Se a fé nunca dependeu da história, por que persiste a penumbra sobre os primeiros séculos do cristianismo? Não devia ser assim. No entanto, quando fazemos uma aproximação dos fatos com fatos e não com ideias, é possível outra conclusão.
    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

    ResponderExcluir

Todos comentários são bem vindos.

Porém, se o seu comentário,conter qualquer tipo de agressão, ofensa ou desrespeito para com a Instituição Igreja Universal, para com seus líderes ou para com o autor deste blog, removeremos seu comentário sem aviso prévio.

Desde já agradeço o comentário.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...