IURD Cenáculo Brasilândia Rua,Parapuã,1885, V. Brasilândia, São Paulo, SP

Loading...

A Bíblia e a Sua Vida Profissional - Série Trabalho III


Quanto a vós outros, servos, obedecei a vosso senhor segundo a carne com temor e tremor, na sinceridade do vosso coração, como a Cristo,não servindo à vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo, fazendo, de coração, a vontade de Deus;servindo de boa vontade, como ao Senhor e não como a homens,certos de que cada um, se fizer alguma coisa boa, receberá isso outra vez do Senhor, quer seja servo, quer livre.E vós, senhores, de igual modo procedei para com eles, deixando as ameaças, sabendo que o Senhor, tanto deles como vosso, está nos céus e que para com ele não há acepção de pessoas.(Efésios. 6.5-9)

Nos posts anteriores dessa série vimos que a influência da família no futuro profissional tinha um peso muito forte,no passado,que o elenco de profissões era menor,que a dinâmica da história era mais lenta e mais previsível,Hoje não se pode prever, por exemplo, que profissão remunerará bem nos anos próximos, mesmo porque pode surgir alguma que ainda não exista.

Mostramos que o trabalho é um espaço de sobrevivência financeira, de realização pessoal e de transformação da realidade.Sempre observando a instrução sobre o trabalho, em Efésios 6,onde o apóstolo Paulo orienta a pessoas, patrões e empregados, a como conviverem em seus empregos,vimos alguns cuidados,que deve ser levado em conta na escolha do emprego.

Observamos que no processo de escolha deve ser levado em conta o significado existencial e espiritual,considerando o presente, sem esquecer o futuro, que a escolha deve ser regida pelo princípio do prazer, associado ao princípio da realidade,deixando em equilíbrio duas possibilidades.

Em termos práticos, se as coisas estão claras, devemos fazer nossa escolha e trabalhar duro para leva-la adiante. Se as coisas não estão claras, e o horizonte da escolha nos parece obscuro, eis aí algumas sugestões.

a. Como Deus tem interesse no que lhe interessa, sobretudo no seu interesse profissional, ore sempre a Ele pedindo orientação. Não o deixe de fora na hora de escolher a carreira a seguir.

b. Envolva sua família na sua escolha. Não bata cabeça sozinho. Bata com mais alguém... Não despreze a experiência dos mais velhos, que já passaram pelas mesmas coisas que você passa.

c. Faça um teste vocacional. Ele pode não ser definitivo, mas será bastante orientativo.

d. Leia sobre profissões. Leia muito. Veja muito. Converse muito. Não tome decisões ligeiras. Duvide de suas escolhas no tempo de duvidar de suas escolhas.

e. Decida. Ore. Diga em frente, o que envolve ainda mais esforço, empenhe e estudo

Se você não vai bem na sua vida, por ter feito escolhas que o tempo mostrou não serem as melhores para a sua vida neste lugar e neste tempo, eis algumas sugestões:

a. Admita que fez uma escolha, a melhor na época da decisão, mas errada com o tempo. Não há problema nisto, desde que não fique apenas se culpando.

b. Peça orientação e vigor a Deus para este novo momento também.

c. Busque ajuda na família ou em especialistas. Leia bastante. Examine tudo, para não errar de novo, embora toda a mudança comporte riscos. Seja ousado e cauteloso, ao mesmo. Ponha em risco o que você pode pôr, não o que não pode.

d. Comece a mudar. Não mude de empregou a toda a hora, mas se concluiu que a sua não vai lhe levar aonde quer ir, comece a mudar. Fixe-se no que você agora quer. Faça um novo curso para se capacitar a uma nova ocupação.

e. Na hora certa para a mudança, ponha-se em marcha.

Se ainda está, com as coisas claras, a caminho de uma definição ou se já tomou a decisão, lembre-se de algumas atitudes:

a. Ponha sua escolha diante de Deus, para que a confirme ou negue. Esta é uma decisão muito importante para você a tomar sozinho. O trabalho é um meio de graça para nós. Só podemos superar a nós mesmos e a nossas famílias por meio do trabalho

b. Esforce desde já para conhecer a sua profissão. Não a comece totalmente cru. Leia tudo que puder. Há boas introduções para qualquer profissão. Assiste programas de televisão. Veja debates. Visite locais de trabalho. Leia tudo o que vier à sua mão. Saber não ocupa espaço. Vá-se inteirando do mundo das profissões, onde você vai passar grande parte da sua vida. Não pense na profissão como uma coisa só para o futuro; invista agora. Seja o melhor. Há lugar para os melhores.

c. O trabalho é algo digno. Jesus o dignificou na vida pessoal (ele e
era carpinteiro -- Marcos 6.3), ao viver e declarar: "Meu Pai continua trabalhando até hoje, e eu também estou trabalhando. (...) O Filho não pode fazer nada de si mesmo; só pode fazer o que vê o Pai fazer, porque o que o Pai faz o Filho também faz" (João 5.17, 19).

d. Testemunho no seu trabalho, não importa qual seja ele. Diferencie-se pela ética no trabalho e pela ética do trabalho.

d. Deixe um espaço para o voluntariado. Use seu conhecimento para ajudar outras pessoas na sua área profissional. Use seu tempo para ajudar outras pessoas, dentro e fora de sua área profissional. Lembre-se : você vive no ínterim: seu emprego final está na pátria celeste: por enquanto estamos indo para lá, lugar definitivo: enquanto estamos indo, sejamos os melhores aqui.

Sugiro que seja lido os três posts da "Série Trabalho".

Que Deus nos oriente,na Fé!

Texto adaptado origem: "O Prazer da Palavra"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos comentários são bem vindos.

Porém, se o seu comentário,conter qualquer tipo de agressão, ofensa ou desrespeito para com a Instituição Igreja Universal, para com seus líderes ou para com o autor deste blog, removeremos seu comentário sem aviso prévio.

Desde já agradeço o comentário.

Que Deus nos oriente,na Fé!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...